QUANDO O REINO DE DEUS ESTÁ EM PRIMEIRO LUGAR (Mateus 6.33)

Nossa primeira obrigação consiste em fazer uma pergunta que esperamos responder no curso de nossa meditação de hoje. Que é Reino de Deus? Qual sua função? Qual a participação do crente nos ideais e nas realizações do Reino de Deus?

Jesus estava pregando o maior sermão de sua vida. Estava causando profunda admiração na mente de seus ouvintes e considerava suas ansiedades em relação as coisas desta vida e resolve dizer-lhes de maneira absoluta: “Buscai primeiro o Reino de Deus e sua justiça; e todas as demais coisas vos serão acrescentadas”. Nesta declaração está patente que buscar o reino é agradar a Jesus. Buscá-lo primeiramente é garantia vital para possessão de todas as demais coisas. Desde o início podemos dizer que na esfera da religião de Jesus, temos o reino e as coisas. Não há terceira alternativas. O que colocarmos em primeiro lugar determinará no resultado de uma vida cristã feliz ou infeliz.


I – JESUS E OS DISCÍPULOS BUSCAM O REINO DE DEUS EM PRIMEIRO LUGAR


Consideremos Jesus e o Reino.

1. Ao pregar seu primeiro sermão, Jesus afirmou: “Arrependei-vos porque é chegado o Reino de Deus (Marcos 1.15).

2. Ao entregar o grande Sermão da Montanha, Jesus colocou ênfase especial na doutrina do Reino de Deus.

3. Durante sua conversa com Nicodemos, ele afirmou que ninguém entraria o Reino de Deus sem que nascesse de novo (João 3.5).

4. Ao enviar os doze, lhes ensinou: Ao pregar, dizei: “O Reino de Deus é chegado a vós... E quando enviou mais tarde os setenta, ordenou-lhes que dissessem: “O Reino de Deus é chegado a vós” (Lucas 10.9-10).

5. Ao se reunir aos queridos na noite da traição para a celebração da Ceia, lá estiveram presentes os ideais do Reino de Deus (Lucas 22.15; 29 e 30).

6. Depois da ressurreição ao se preparar para deixar o mundo, preparou-se ensinando a respeito do Reino de Deus (Atos 1.3).


OS DISCÍPULOS DE PAULO

1. Os discípulos, como muito bem dizem os escritos a seu respeito que, antes do Dia de Pentecostes passaram a perguntar o que “receberiam”. Que proveito material lhes trazia o Reino de Deus. Mas após o Pentecostes se tornaram soldados do Rei, proclamando a todos os ideais do Reino de Deus.

2. Paulo entrava nas sinagogas e falava com ousadia a respeito do Reino de Deus (Atos 19.8; 22.23, 30, 31).

3. Em suas epístolas o apóstolo continua a ênfase ao Reino de Deus.


II – QUE ESTÁ IMPLICADO NO MANDAMENTO


“Buscai primeiro o Reino de Deus”. Reino de Deus é a expressão usada por Cristo para caracterizar o reinado nos corações dos homens. Quando o amor de Deus inflama o coração do pecador, tornando-o objeto de adoração e serviço, então o Reino de Deus nasceu para a aquele coração.

1.Quando o Reino de Deus é primeiro, então meus interesses são segundo. No capítulo 20 de Atos Paulo está falando de sua ida à Jerusalém. Mas em sua consciência existe uma nuvem em peso: E que o espírito lhe convencia das provações que o esperavam. Paulo só teve uma decisão: Eu irei sabendo que lá será minha morte. E foi. Não temos aqui tanto um desprezo pela vida, quando uma consagração a um ideal maior, o ideal de servir ao Reino.


2. Quando o Reino é primeiro, coisas materiais são secundárias. O verdadeiro cidadão do Reino jamais seguirá a moda materialista da época. Notemos a própria ilustração que Jesus usa aqui. Ele cita Salomão que não conseguiu chegar à beleza da veste de um lírio. Mas Salmão nos apresenta boa ilustração (2Crônicas 1.7 em diante).

3. Quando o Reino é primeiro, todos os meus compromissos de ordem moral, social e familiar, tornam-se secundários em função do Reino der Deus. Por vezes me preocupo com aqueles que professam ser crentes, mas que não aparecem na Casa de Deus e não dão sua cooperação na obra gloriosa. Mais da metade da igreja não assiste a mais de um culto aos domingos. Entretanto, ao ensinar a oração dominical Jesus disse: “Venha o teu Reino”... Não disse venha a nós, mas venha. E não implicou que o Reino houvesse de vir à toa, mas haveria de vir à proporção que nos dispusermos a cooperar pela sua vinda.


III – POR QUE É NOSSO DEVER BUSCAR PRIMEIRO O REINO?

1. Porque o Reino é eterno. O crente tem um Deus eterno, um Evangelho eterno, um Salvador eterno, um concerto eterno, uma esperança de liberdade eterna. Nós não precisamos viver sempre do que existe e é visto, mas daquilo que sabemos ser eterno.

2. Porque o Reino é espiritual.

3. Porque o Reino é universal. Seu domínio é de amar, segundo o propósito eterno.

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo: