PAULO SERVO DE DEUS PRONTO PARA OBRA (Romanos 1.8-15)

Um dos comentaristas modernos dá a este trecho da carta Aos Romanos o sugestivo título: "A Cortesia da Grandeza".

Paulo estava escrevendo a uma igreja desconhecida para ele. Não participara na sua organização. Jamais tinha estado em Roma. Não obstante, Paulo lhes escreve para falar da sua alegria ao ouvir a respeito delas (igrejas), a quem chama irmãos. Os romanos eram orgulhosos por natureza. T. R. Glover declara: A civilização romana foi fundada numa fé inteiramente cega quanto ao homem normal.

Paulo não estava entre aqueles irmãos, mas podia orar por eles e ajudá-los na sua fé. Mais ainda, podia colocar a sua disposição todas as suas forças e possibilidades.


I - MARCAS DO POVO DE QUEM ERA PAULO DEVEDOR

1. Insatisfação. Era um povo desiludido e desapontado.

2. Mundanismo. Adoravam o prazer e a mais terrível degradação.

3. Um povo que descria na imortalidade.

4. Um povo em decadência, mas marcado pelo orgulho.

Diante de uma situação semelhante, Paulo declarava: Eu me sinto sobre obrigação... eu tenho um dever pessoal para com este povo.


II - ASPECTOS DA PRONTIDÃO DE PAULO

1. As várias versões dão mais amplitude ao que foi escrito no texto: "Eu me sinto na obrigação... eu tenho um dever a ser cumprido... eu não posso me separar dos sábios, civilizados, cultos, gregos... eu tenho uma obrigação a cumprir para com os bárbaros, ignorantes e incultos..”

2. Eu me sinto ansioso dentro do todo da minha habilidade de levar as boas novas de Cristo também a vós que estais em Roma.

É maravilhoso podermos lembrar que as necessidades do coração humano se repetem em todas as latitudes e longitudes. O coração do homem reage no meio da sua maior necessidade.


III - O PODER DO EVANGELHO DE PAULO

1. Poder para levar o homem à salvação. Jovem norte-americana na viagem Miami-Charlotte - Novembro de 1980: Estudante de Química... não podia crer, dizia ela, porque as igrejas são cheias de hipócritas... Que me diz de Jesus Cristo?

2. Poder que revela o amor no seu grau mais elevado. O amor de Deus. Amor que se exemplifica no sacrifício maior.

3. Poder que se exibe na entrega de uma verdadeira esperança ao coração do homem.

4. Poder que comunica uma nova energia.

Ex-prisioneiro que encontrei em El Paso, Estados Unidos da América: Estava no Panamá entrou no caminho do jogo e da bebida forte... caiu no crime e foi sentenciado... alguém lhe ofereceu uma Bíblia.

O povo de Trácia (província romana) tinha um emblema para expressar o poder de Deus: Um sol que irradiava três raios principais: O primeiro dos raios focalizava uma geleira em dissolução; o segundo dos raios focalizava uma rocha que se derretia; o terceiro focalizava um cadáver que dava mostras de nova movimentação e vida. Não será esta a verdade do Evangelho?


IV - PRONTOS PARA OS DESAFIOS DO TEMPO PRESENTE

1. O desafio das almas que nos perseguem pela necessidade . Menina foi assistir a um culto, por acaso...maravilhada insistiu com a mãe para ir com ela... a mãe maravilhada quis levar o esposo... É a dinâmica de fé.

2. Carta de D. Wilma: Congregação de Passa Quatro-MG terá casa própria para as reuniões. Deus nos deu um presente além da nossa própria expectativa; mas precisamos de vidas que se dediquem àquele trabalho.

3. Nosso orçamento financeiro... Deus requer o dízimo e o sacrifício do amor

4. Deus quer nos dar uma morada digna para a Arca do Senhor. Estamos todos nós a cooperar nisto?

Na história de Davi, o rei segundo o coração de Deus, surge Aimaaz, o moço que não estava pronto, ainda que quisesse correr. (2Sm 18: 19-33). (N.R. : O Pastor Dr Valtair Miranda, assim explica o sentido que o Pr. David Gomes desejou aplicar durante a pregação do sermão: Um dos rapazes de nome Aimaaz (Aimaas), insistiu que queria contar para o rei o que tinha acontecido com Absalão. Ele correu à frente do outro mensageiro, mas na hora ficou sem coragem para falar)

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo: