O EVANGLISMO QUE BUSCAMOS

Vimos em aulas passadas (NR) algo sobre os conceitos negativos do evangelismo. Esse conceito assim negativo de evangelismo resulta em omissões sempre numerosas em algumas igrejas em uma estagnação mais triste ainda em outras. Muitos se contentam em levantar a mão e outros quedam-se, estáticos, depois do batismo, como se tivessem atingido a meta. É o caso daquela personagem do livro "A Pergunta de Rosa Maria", que nada sabia além de ir à igreja para exibir sua religiosidade.

Há uma palavra de Paulo que deve ser estudada por esta classe, tendo em vista caracterizar o evangelismo adulterado. Essa passagem se encontra em 2Coríntios 4.2 e nos transmite o conceito de conteúdo adulterado, impuro:


"Antes, renunciamos aos procedimentos secretos e vergonhosos; não usamos de engano, nem torcemos a Palavra de Deus. Ao contrário, mediante a clara exposição da verdade, recomendamo-nos à consciência de todos, diante de Deus"


Tal infrator "também beberá do vinho do furor de Deus que foi derramado sem mistura no cálice da sua ira. Será ainda atormentado com enxofre ardente na presença dos santos anjos e do Cordeiro" (Apocalipse 14.10).


I - SINAIS DE UM AVIVAMENTO POSITIVO

1. Evangelizar para quê? Para livrar os homens do inferno, responderão alguns. Será apenas isso? Deus quer salvar o homem da penalidade do pecado, do poder do pecado e da presença do pecado. Os capítulos 5 e 8 de Romanos ilustram essa verdade. Será oportuna a exegese de Êxodo 8.23: "Farei distinção entre o meu povo e o seu. Este sinal miraculoso acontecerá amanhã". Israel ainda era escravo, mas Deus iria estabelecer a distinção. A palavra separação significa sinal de livramento. Essa palavra traduz essa mesma palavra como sendo "redenção pelo poder".

2. O verdadeiro significado da redenção. Há três palavras para expressar a ideia de redenção:

a. Pagar o preço pela aspersão do sangue.

b. Tornar o homem livre... Êxodo 12.

c. Libertar por alforria. É a ideia de quem compra um escravo e o manda para casa, sem pretender jamais escravizá-lo. Este é o propósito de Cristo. Este deve ser o nosso propósito ao evangelizarmos alguém. O Novo Testamento implica a mesma verdade no ensino sobre redenção.


II - NOSSO PROPÓSITO EM EVANGELIZAR

Não podemos apresentar um evangelismo adulterado. Alguns o adulteram com o veneno do evangelho social.

Outros o aleijam pelo cerimonialismo.

Outros desvirtuam pelos compromissos com o mundo em todas as suas formas.

Outros o violentam pela redução do seu verdadeiro sentido.

A nós cumpre apresentar o evangelho que leva o pecador a Cristo e que liberta dos seus pecados, tornando-o em vaso útil e dedicado ao Senhor.

(NR) O pastor se refere a uma aula ministrada por ele em um dos seminários onde ensinava. Não foi registrado o local. Pode ter sido Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil ou Seminário Betel, ambos no Rio de Janeiro.


Livros que poderão ser adquiridos na Escola Bíblica do Ar:

*A Pergunta de Rosa Maria

*Avivamento Espiritual

*Evangelismo 2000"

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo: