FUGITIVO DE ORDENS DIVINAS (Jonas 1)

Sermão pregado em 25.04.1954


Será natural um jovem fugir dos pecados da mocidade porque é advertência divina. Mas para alguém fugir da presença e das ordens de Deus é estranho. No livro de Gênesis temos a triste história de Adão, quando procurava fugir de Deus. Tolo, não tinha experiência para saber que o nosso Deus tem os olhos sobre toda a terra. Seu filho Caim não compreendeu o caráter do seu Deus e deles se diz: “E saiu Caim diante da face do Senhor"... Por que? Porque seu pecado o apanhara mais depressa do que ele esperava.

Temos a história triste da fuga de Ló de Sodoma. Era uma fuga ordenada pelo próprio Deus e necessária à vida do querido servo. Mas, para nós pensarmos em profeta, obreiro fugir da voz de Deus, é difícil. Pois é isto justamente o que o nosso texto está narrando.


I - POR QUE TERIA JONAS FUGIDO DE DIANTE DO SENHOR?

O texto bíblico não nos diz. Mas sabemos que ele era profeta de Deus (2Reis 14.25). Viveu numa época difícil, pois se aproximava o fim do mal reinado de Jeroboão. Naquela hora crucial da história de Israel, Jonas foi chamado para uma missão especial. Uma cidade havia se corrompido demais. Deus precisava de um mensageiro para avisar da sua malícia e chamou a Jonas. Mas Jonas tomou o rumo oposto ao traçado por Deus. Por que teria Jonas fugido?

1. Talvez porque tivesse preconceito racial em seu coração que lhe impedisse o desejo de ir pregar aos assírios, um povo belicoso e rebelde.

2. Talvez porque duvidasse do resultado de uma missão a um povo tão comprovadamente rebelde e mal.

3. Talvez por pensar que a obra poderia ser feita por um homem mais capaz do que ele.

4. Porque Jonas,, apesar de pregar a Palavra de Deus, ainda não conhecia toda a largueza, todo o majestoso caráter do seu Deus.

5. Porque Jonas não havia ainda compreendido o significado da triste para: "Perdido".


II - OLHEMOS O FUGITIVO DIANTE DO SEU DEUS

Deus mandou um grande vento para açoitar o mar e castigar o navio. Olhemos os pagãos a sofrerem as agonias do temporal. Eles tomaram providências para aliviarem o navio e diminuir o transtorno da viagem, mas nada dava solução. Tiraram, portanto, sorte. Quem será o causador do tamanho desastre? Sortes de nada valem, mas quando o Deus verdadeiro intervém então ela serve para a ocasião. Foram à procura do acusado, e eis que encontraram dormindo.

Pode um homem dormir quando está em franca desobediência a Deus? Jonas não se manifestava, ele dormia a sono solto, mas os homens se lembraram dele. Levanta e invoca o teu Deus... Jonas limpava os olhos e os homens temiam. Quem é o senhor? Eu sou hebreu, adorador do Senhor. (1.8-9).


III - JONAS MODERNOS

Jonas fugia à voz de Deus. Haverá alguém em nossa igreja que esteja também fugindo à voz de Deus? A voz de Deus exige lealdade do homem. A voz de Deus exige obediência da parte do homem, não de uma parte, mas de todas as partes da vida cristã.

1. Jonas era crente para si mesmo. Os homens precisaram interrogá-lo para saber que era crente e era profeta.

2. Jonas possivelmente estava contente em seu próprio lugar. Mas Deus muitas vezes chama o homem para aquilo que ele não considera como o seu lugar.

3. Há jovens a quem Deus chama para uma tarefa e os homens para outras. Fugirá tal jovem à voz de Deus?

4. Há jovens que já foram chamados, mas trocaram sua chamada por coisa alguma, por um manjar, por uma posição.

5. Apesar de chamados e de desobedientes à voz do Senhor, dormem sossegados e por causa disto as ondas deste mundo encapelado continuam a se avolumar.

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo: