FORAM MAIS DE CENTO E QUARENTA E QUATRO MIL (Apocalipse 7)

Quatro anjos defendendo a terra do extermínio. Várias interpretações: Assíria, Grécia, Roma e Pérsia. Outros quatro anjos maus, outros anjos da natureza, etc. Aqui está a providência de Deus impedindo que o fim chegue antes que a maior oportunidade seja dada. Jesus diz isto: Vento, símbolo de julgamento (Jeremias 49.36; Ezequiel 1.4; Daniel 7.2)


I - SELAGEM E PROTEÇÃO DOS QUE SÃO DE DEUS

1. Caim teve o selo da sua maldade na sua fronte (Gênesis 4) Aqui está o selo que marca a possessão divina (2Timóteo 2.19). O Senhor conhece os que são dEle. (Efésios 1.13). O selo da Promessa - Acompanhando a estrela - Carta selada que não podia ser devolvida.

2. Na lista dos assinalados dentre os judeus - Judá em lugar de Rubem, o primogênito - Dã não aparece. Como Judas, Dã desapareceu pela imoralidade que pode ser vista em Juízes. Efraim não aparece e José toma seu lugar

3. A enorme multidão mostra o amor de Deus nas terras dos gentios. Multidão que não podia ser contada, pois que o número era grande demais. Oh! que os amigos que aqui se encontram possam se unir a essa multidão.


II - OS SANTOS DE DEUS NA GLÓRIA

1. Era um número imenso.

2. Estavam de pé diante do trono e diante do Cordeiro. Atitude de quem está perto e de quem está pronto para o serviço.

3. Traziam palmas nas suas mãos - Palmas simbolizavam vitória. Judeus usavam nas Festas dos Tabernáculos para lembrarem os feitos de Deus.

4. Vestes brancas. Branco é a cor do céu. O branco é a síntese das cores, a síntese do belo. Banco é a pureza de Deus, a bondade de Deus, a graça de Deus. Branco identifica aqueles que estão libertos do poder, da presença da força do pecado.


III - A TRAJETÓRIA DO CÉU

Vamos considerar agora a declaração do ancião no verso 13: "Esses quem são e de onde vieram"... A resposta é ilustrativa de várias coisas:

1. "Vieram da grande tribulação"... Aqui é o mundo das contradições, onde a justiça é precária, onde o perigo é imenso.

2. "Lavaram e alvejaram suas vestes"... Há uma sequência presente. Lavam e alvejam. Não param no meio da operação.

3. Trabalham para Deus de dia e de noite. Não estão sujeitos às leis físicas - homens da espaço: nave Skylab que ficaram no espaço por um mês, vida diferente - no céu tudo é diferente; serviço permanente, alegria permanente.

4. Nunca mais famintos, nunca mais sedentos, nunca mais feridos por queimaduras do sol inclemente, protegidos das calamidades físicas; estão num mundo espiritual.

5. "O Cordeiro os apascentará, o Bom Pastor"... Quantos sermões sobre o Bom Pastor, aquele que foi pregado na cruz. O pastor Gayer, quando Victor entrou na igreja, não pode ser esquecido. Victor estava cheirando a álcool, mal vestido e sem alegria. Ao final do sermão sobre o Bom Pastor e à saída do santuário o pastor convidou Victor para voltar. Ele era vizinho da igreja. Naquela noite Victor surpreendeu a todos e voltou. Estava barbeado, roupa limpa e alegre. Disse à saída ao pastor que havia escolhido Cristo como seu Bom Pastor. Victor foi batizado e alguns meses mais tarde sua esposa foi batizada.

O pastor falou às crianças - Cinco dedos e cinco palavras na frase: O Senhor é meu Pastor. Note que MEU é no quarto dedo. Quando em perigo, segure o quarto dedo e chame o nome de Jesus...

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo: