EU E A MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR (Josué 24-15)

Josué trouxe à memória do povo o poder de Seom e Ogue (Deuteronômio 31.4), reis pagãos dominadores. Aqueles amonitas ainda dominavam o ambiente onde o povo habitava. Ao sentir-se perto da jornada, o general guerreiro chamou o povo para uma definição.

Três destaque: EU - MINHA CASA - SERVIREMOS.


I - EU - Josué

1. Seu pai se chamava Num. Nada se sabe sobre os feitos deste pai; nada sobre a mãe de Josué.

2. Aparece na vitória sobre Amaleque (Êxodo 17.9).

3. Membro da tribo de Efraim (Gênesis 41.52).

4. Atendente de Moisés (Êxodo 24.13).

5. Adorador na tenda e Tabernáculo (Gênesis 33.11).

6. Espia cheio de fé (Números 14.6).

7. Escritor deste livro (Josué 24.26).

8.Homem cheio do Espírito Santo (Deuteronômio 34.9).

9. Sucessor de Moisés, por ordem de Deus (Josué 1-3).

10. Falecido aos 110 anos (Josué 24.29).


II - A MINHA CASA

1. E a minha casa. Evidente que não se refere ao imóvel, aos quartos, mas à sua família. Quantos filhos? Qual o nome de sua esposa? Quantos anos viveram casados? É o anonimato de grandeza. Estão todos na Arca? Eis a pergunta mais importante. Não importa se 1 ou 10, mas importa se a família está na Arca.


III - COMO FAMÍLIA SERVIREMOS AO SENHOR

Certo missionário parou para ouvir o relato cheio de alegre entusiasmo feito por um militar, servidor da Rainha. O missionário anônimo decidiu fazer breve comentário:

- Conheço um serviço ainda maior e de maior honra.

- Que serviço poderia ser, senhor?

- Servir como modesto e serviçal ao Senhor Jesus Cristo.

O silêncio dominou o ambiente. Posteriormente aquele oficial procurou saber a respeito de Cristo

Henry Martin (1781-1812) tinha como objetivo ser sempre o primeiro aluno de todas as classes. E conseguia. Quando jovem procurava e conseguia vários reconhecimentos por sua aplicação e inteligência. Uma de suas irmãs se converteu e falou-lhe de Cristo, mas ele resistia. Finalmente, ela venceu na insistência e ele não apenas se converteu, mas foi mártir na causa missionária na Ásia. A maior honra, escreveu, é oferecer minha vida a Cristo por amor dos homens.

Num, pai de Josué só se tornou parte da Bíblia pelo filho que criou. Estamos no tempo de investir sabiamente o amor de Deus nos filhos para a eternidade.

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo: