DOIS FILHOS PERDIDOS ACHADOS PELO PAI (Lucas 15)

Depois da ovelha e da drácma, a história dos dois filhos. Para alguns: Judeus e gentios. Para outros: Publicanos e fariseus. Para outros: Crente desviado e crente acomodado.


I - MESMO PAI E MESMO LAR

1.Todos os homens são criaturas de Deus. Todos os homens, agora manchados pelo pecado, têm oportunidade de receberem a bênção de se tornarem filhos de Deus.

2. Os dois possuíam fortuna. Ele sabia que havia uma certa equivalência dentro do quadro da fortuna do pai.

3. Os dois gozavam das mesmas oportunidades; mesmo teto, mesmo ambiente, mesmo trabalho.

4. Os dois estavam perdidos: Um perdido e enlaçado, o outro perdido pelo farisaísmo.


II - SEPARAÇÃO VOLUNTÁRIA ESCRAVIDÃO INDESEJADA

Um jovem de uma grande cidade pediu permissão para dar uma palavra de testemunho. Encontrava-se à rua, em frente a cinco belos edifícios e disse: Há dez anos aqueles edifícios abrigavam cinco jovens da minha idade. Três filhos de pais ricos e bem aquinhoados. Eu estava no meio dos cinco. De repente, meu pai morreu afogado e seu sócio afundou nossa riqueza. Fui banido da companhia dos cinco. Hoje entendo o prêmio que Deus reservava para mim. Daqueles cinco, quatro morreram de modo triste: um embriagado, outro se afogou, um terceiro deu um tiro no ouvido, o outro se emaranhou no jogo e um está preso. Somente eu permaneço porque o Evangelho, pelo sofrimento depois da morte do meu pai me atingiu.

1. O pródigo gastou tudo... não ganhou nada, somente gastou.

2. O pródigo foi provado pela calamidade e pela falsidade dos que considerava amigos.

3. O outrora rico rapaz tornou-se em pobre mendigo: comia bolotas, comida de camelo, dizem os turcos, feijão de gafanhotos, dizem outros.


III - ACORDAMENTO PARA A VIDA E RECEPÇÃO REAL

Um crente estava em visita a um hospital e começou a ler para um jovem doente a história do filho pródigo. "Este sou eu, este sou eu, clamava o rapaz... eu quero me levantar também e correr para o meu pai"...

1. Voltando a si disse... (Acordou para a realidade e da vida).

2. Levantou-se. As boas intenções não chegam. Amanhã vou aceitar, mais tarde, quando envelhecer, quando vencer meus problemas. Tudo falso.

3. Recepção além de qualquer expectativa. Nenhuma pessoa pode imaginar o quanto recebe ao tempo que recebe a Jesus.


IV - O TRISTE RELATO QUE FILHO PERDIDO QUE SE JULGAVA ACHADO

1. Dentro do lar, mas queixoso do lar.

2. Recebia tudo do lar, mas inconsciente do que recebia. Boletim de uma igreja em Santos-SP: Metade da igreja recebe luz, água, assento, mensagens, pastor, sem jamais darem um centavo para pagar as despesas...

3. O filho mais velho representava os fariseus na mente de Cristo. Mas ele queria deixar claro o fato de que está pronto a receber o pecador por mais pobre e necessitado que seja. O filho mais velho aumentava o ganho durante o desperdício do irmão. Ainda assim não sabia apreciar o que Deus lhe dava.

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo: