top of page

AMBIÇÕES DE UMA IGREJA EFICIENTE (Atos 18.19-21; Apocalipse 2.1-7)

Sermão pregado na Igreja Batista da Esperança – Centro do Rio de Janeiro, em 16.03.1969

Jerusalém, igreja mãe; Antioquia, missionária; Galácia, sede das igrejas inconstantes; Colossos, igreja herética; Filipos, igreja alegre; Tessalônica, igreja esperançosa; Corinto, a igreja problemática, Roma, a igreja célebre; Éfeso, a igreja eficiente. Paulo não dedicou uma de suas cartas à igreja de Éfeso, pois que a carta aos Efésios é circular em sua mensagem.


I - IGREJA EFICIENTE PLANTADA EM AMBIENTE DESFAVORÁVEL


1. A mais acessível cidade da Ásia facilmente atingida por terra ,ou pelo mar. A cidade possuía bom clima e fertilidade ao redor. O pecado resolveu fazer ali suas trincheiras. No meio da prosperidade material, uma abundância de pecado. Ali estava o templo à deusa Diana, que estava no sangue do pensamento pagão. "Grande é Diana dos efésios...". O templo de Diana era refúgio de prisioneiros e criminosos. Ali se colocaram fabricação de nichos e de ídolos. Ali chegou Paulo em sua segunda viagem missionária. Ali Paulo deixou Priscila e Áquila para ajudarem na consolidação do trabalho.


2. No ambiente desfavorável, Paulo encontrou boa vontade. Desde o inicio os crentes queriam que Paulo ficasse entre eles - Atos 18.10.



II - ÉFESO, IGREJA EFICIENTE POR CAUSA DA SUA LIDERANÇA


1. Paulo foi o iniciador do trabalho - Atos 8.10; 18.19.

2. Priscila e Áquila - Atos 18.19-20. Notemos que o casal conhecia as Escrituras e podia ensinar a alguém mais pontualmente todo o conselho de Deus - Atos 18.26.

3. Apolo, um dos pregadores da igreja.


III - ÉFESO IGREJA EFICIENTE POR CAUSA DAS MUITAS LUTAS


1. Ali Paulo enfrentou uma grande oposição, com o alvoroço de Atos 19. "Grande é Diana dos Efésios...".


1. Ali Paulo encontrou muitos adversários – (Atos 16.8-9). Muitos adversários ao lado de uma porta aberta. Ao escrever aos Colossenses, Paulo pedia que orassem para que Deus lhes abrisse uma porta – (Colossenses 4.3). Ao escrever aos Colossenses. Ao relatar sua primeira viagem, Paulo fala da porta que Deus abrira aos fiéis – (Atos 14.27). Paulo estava sempre atento para observar portas que se abriam e portas que se fechavam. Notemos que Éfeso era uma igreja de trabalho – (Apocalipse 2.2).


3. Era uma igreja paciente – (Apocalipse 2.2).


4. Era uma igreja que punha à prova os que se apresentavam como crentes – (Apocalipse 2.2).


5. Era uma igreja incansável – (Apocalipse 2.3)


6. Era uma igreja que aborrecia a toda espécie de erro e de idolatria – (Apocalipse 2.6).


Em meio a toda eficiência, no entanto, Jesus descobriu um erro na igreja de Éfeso. Ela havia perdido o fogo do seu primeiro entusiasmo, o seu primeiro amor.

Paulo fala dos adversários. Tais adversários ajudaram a esfriar o amor da igreja. O maior adversário da igreja chama-se conformismo. Quando deixarmos de lutar estaremos marchando para trás.

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo:
bottom of page