A CORRIDA CELESTIAL (Hebreus 12.1-3)

O tempo era de muitas provações para os servos de Jesus e Paulo (ou o autor de Hebreus) a respeito da corrida celestial. Paulo alude às corridas existentes no istmo da cidade, quando participantes teriam de jurar que se haviam de preparar para a disputa, no treinamento mínimo de dez meses. O Ginásio era o lugar mais proeminente da cidade e o povo seguia aqueles jogos, mas como paixão do que meros expectadores. Os expectadores eram o grande estímulo.

Ao se referir aos jogos em 1Coríntios 9, Paulo deixa claro aos seus leitores: "Muitos correm, um somente ganha. Correi de tal maneira que o alcanceis...”


I - CENÁRIO PARA A CORRIDA DA FÉ

1. A coluna de testemunhas.

No capítulo 11 de Hebreus, lemos de homens e mulheres que foram vitoriosos. Alguns deles sem preparo avançado, outros sem laços de nobreza, outros ainda sem bênçãos da promessa, mas venceram. O autor está dizendo: "Houve aqueles que venceram. Vamos nós também vencer.

2. Dificuldades no cenário.

2.1 - Embaraços. Coisas que facilmente pegam o servo de Deus, coisas que nos cercam.

2.2. O pecado que podia até criar raiz de amargura (verso 15).

As testemunhas mencionadas eram até mártires, mas foram vistas de modo transparente, sem o estigma do pecado. O pecado que agarra teria de ser deixado de fora para que a corrida prosseguisse. O atleta da Palestina e Macedônia e Corinto tinha de agir livre, colocado livre, com movimentos livres. Sem compromisso com mal.


II - A MANEIRA DE LUTAR

1. Em fidelidade.

2. Com firmeza.

3. Com paciência (Todo aquele que corre de tudo se abstém (1 Coríntios 9.24). Abstenção de apetites dominados para uma conquista terrena, quão maior a coroa no céu.

III - O ALVO VITORIOSO: OLHANDO PARA JESUS


Nenhum órgão do organismo capta mais que os olhos. Jesus fala sobre a sanidade do olho e do olhar (Mateus 5.28-29; 6.22-23).


1. Olhando com dimensão grande de distância.

2. Olhando firmemente, de modo constante.

Associação no olhar pode gerar assimilação. O que nos preocupa a mente pode se transformar na própria mente. Gênesis 31.7-10 declara que Jacó colocava tiras diante das ovelhas que concebiam e em olhando-se as crias saiam listradas.

3. Quando olhamos para Jesus contemplamos o vitorioso Filho de Deus. Ele é aurora da fé. Ele começou a igreja e a levará à vitória. Ele aperfeiçoa o crente (Salmo 138.8; Filipenses 1.6; 1Pedro 5.10; Hebreus 13.21-22). Ele enfrentou a morte com alegria. Jesus não usou a cruz como adorno. Ele não apenas carregou a cruz. Ele morreu.

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo: