TRINTA ANOS DE ALEGRES SURPRESAS COM DEUS

(Extraído de Notícias Escobar – Maio de 1979)

Quando o então Serviço Noticioso Atlas, em janeiro de 1949, convidou-me a preparar um comentário semanal de 5 minutos para uso no rádio, certamente nada tinha ocorrido de se iniciar uma trajetória que agora completa trinta anos.

Também não pensara em tal continuidade o Professor Moisés Silveira, quando preparou o primeiro volante apresentador da Escola Bíblica do ar e que foi distribuído na Assembleia da Convenção Batista Fluminense na cidade de Campos. Estava eu em conferência em São Fidélis, quando um mensageiro chegou trazendo os dois bonequinhos que convidavam o povo para sintonizar na Rádio Cruzeiro do Sul (hoje Metropolitana) onde a mensagem de Deus estava sendo irradiada.

A verdade é que a convocação fora de Deus mesmo, ainda que não pudesse entender assim ao tempo da ocorrência. Hoje, detenho-me em Deuteronômio, o livro crônica de Moisés: “O Senhor vosso Deus vos tem multiplicado... ele vai adiante de vós e pelejará por vós, porque o Senhor te levou como um homem leva seu filho por todo o caminho onde andaste... O Senhor teu Deus te abençoou em toda a obra de tuas mãos; Ele sabe que andas por um grande deserto; nestes quarenta anos o Senhor esteve contigo,coisa nenhuma te faltou”...

Ser-me-ia impossível enumerar os trechos da caminhada. A memória é falha e não guarda os acontecimentos. Vez por outra deparamos com algum escrito, certo tipo de promoção, a citação de uma ou outra carta e maravilho-me. Deus tem dirigido o passo-a-passo da Escola sem jamais deixar-nos decepcionados.

Abriram-se as portas da Rádio Eldorado, onde a beleza da mensagem prosseguiu por algum tempo.

No setor de finanças as provações são pelos milhares. Mas também pelos milheiros as provas de assistência divina a esta caminhada. Para edificar, dois ou três exemplos:

- Pastor, temos 17 mil cruzeiros de títulos e 3 mil em caixa.

Bem, quatorze mil cruzeiros, diz alguém, não é tanto assim. Mas para quem não gosta de dever é demais. Inicia-se a jornada de oração, pedindo a Deus suprimento. O argumento é o mesmo de Isaias 45 “eu te darei os tesouros da escuridade e as riquezas encobertas”. No auge da luta em oração aparece na retina o vulto de alguém. Telefona-se a esse alguém e a resposta é a mais surpreendente:

- Estou em apuros e preciso uma palavra de conselho...

Terminado o diálogo de aconselhamento ouve-se uma alegre confissão:

- Os problemas se foram; vamos agradecer a Deus... Antes de agradecermos, prezada amiga, vamos também pedir a Deus uma solução. O problema se resume a 14 mil cruzeiros a descoberto...

- Bem, não vamos importunar a Deus por isto. Quais os vencimentos das duplicatas?

De imediato foram feitos dois cheques, totalizando dez mil cruzeiros. Os outros quatro mil, foi dito, Deus proverá.

E proveu mesmo.

Pergunta-se então: Por que, em trinta anos o senhor não conseguiu libertação financeira, se tantos começaram muito depois e já superaram esta fase?

A resposta mais imediata se resume numa frase: Fé é semente.

Árvores não crescem de um dia para o outro. Mais ainda: Não há duas folhas exatamente iguais.

Quero agradecer a Deus por suas provações e provisões. Quero agradecer pelos que oram e ajudam, pelos que escrevem e pelos que ouvem; pelos que pedem e pelos que dão; pelos que são ajudados e pelos que ajudam.

Somos gratos à D. Haydée, companheira fiel desses trinta anos; ao irmão pastor Enéas, por mais de 26 anos nesta caminhada. Pelo Conselho Consultivo, por todos os presidentes que Tivemos e pelo pastor Delphino Eugênio Vieira, atual presidente, coadjuvado por companheiros dedicados e identificados com a obra.

Que possamos unir nossas vozes e dar as mãos para recitarmos a declaração inspirada: “Senhor, tu nos darás a paz, porque, tu és o que fizeste em nós, todas as nossas obras” – Isaias 26.12.

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo:

© 2018 Família David Gomes - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido e customizado por MTV Developer - RJ/Brasil

Créditos e Gratidão