top of page

URGÊNCIA PARA O QUE FAZEMOS (João 9.4)

Data provável: 1956


Nosso texto nos apresenta uma das mais lindas histórias do ministério de Jesus, a cura do jovem cego. Nesta história em que a força da experiência sincera se apresenta evidente, encontramos o tema para a Junta de Missões Nacionais em 1966.

"Convém que façamos a obra daquele que me enviou enquanto é dia, porque a noite vem quando ninguém pode trabalhar" - 9.4.


I - A OBRA QUE É URGENTE FAZER

Ouvi um nobre missionário e servo do Senhor, cujo ministério entre nós se aproximava do fim, proferir um discurso à mocidade no qual afirmava: " Este verso é o verso que me ocupa a mente e coração no presente. Sinto que a vida se vai e há muito ainda para fazer pelo Mestre e Seu Reino, antes que soe o clarim".

Há muita coisa ainda para ser feita na Ciência. Temos lido e ouvido das conquistas recentes e constantes da Ciência. Um dos destacados cientistas modernos escreveu que nos últimos 30 anos conseguimos mais progresso do que nos 300 anos anteriores. Ainda assim, em plena nação mais rica e mais poderosa do mundo, existem 35 milhões de pessoas condenadas a morrer de câncer sem que a Ciência as possa ajudar. O Jornal Correio da Manhã, março de 1956, publicou a declaração de famoso cientista dizendo: "Não sabemos a causa nem como curar o câncer".

Em cada parte do pensamento humano existe necessidade de aprimoramento. Todavia, não existe fase no pensamento em que se faça tão necessária a atuação dos crentes como na obra suprema de trazer os homens de volta a Deus. Naquele homem as obras de Deus precisavam ser manifestas. E a obra de Deus naquele momento era a cura do cego. Quais algumas coisas que convém que façamos?

1. Não convém que o homem esteja só.

2. Não convém que uma igreja fique sem templo toda a vida.

3. Não convém que os irmãos percam a união.

Se convém construir templos, se convém nos casarmos, se convém viver em paz, convém ainda mais "proclamar a todo o mundo que Jesus é Rei. A obra que estais ajudando com a vossa oferta de amor, é obra aprovada por Jesus que convém ser feita.


II - A URGÊNCIA PARA A EXECUÇÃO DA OBRA

Dois fatores são postos lado a lado: "Ainda é dia e a noite vem quando a oportunidade será passada" - 9.4.

Durante alguns anos de pastorado, acostumei-me a ver como os crentes se desperdiçam. Tivemos uma jovem morando conosco que sempre deixava comida nos pratos porque dizia que era para os espíritos. Muitas vezes, entretanto, o que desobrigamos se torna tão necessário ao desenvolvimento de uma obra de fé e confiança em Deus. E quantas vezes perdemos uma oportunidade e ganharmos toda uma existência por essa perda.

Pensemos na oportunidade e na urgência. A oportunidade consiste nestas palavras: Portas abertas.

1. As Prefeituras de Taguatinga, Natividade e Porto Nacional já nos convidaram oficialmente para abrir escolas.

2. Há ainda oportunidade de adquirirmos propriedades no coração do Brasil.

3. Já existem núcleos de crentes esperando apenas que lhes possa levar a mensagem.

4. A mocidade está se despertando como nunca para a obra de redenção espiritual do Brasil.

Comments


Se desejar, deixe o seu comentário abaixo:
bottom of page