QUE PODEMOS FAZER COM AS NOSSAS BÊNÇÃOS (Mateus 11.2-5; Isaias 25)

Pregado na Igreja Batista da Esperança em Agosto de 1984


Estamos no mês da igreja. Domingo próximo marca o aniversário quando teremos o dia do grande louvor. Considero o fenômeno Esperança, algo diferente no contexto do Cristianismo. Jesus nos tem ajudado de modo impressionante. Somos festejados por muitos, procurados por outros. Estamos na hora solene de uma palavra que nos desperte a uma avaliação séria acerca do que temos e daquilo que Deus espera de nós.


I – TRAJETÓRIA DO TRATO DAS BÊNÇÃOS NAS PÁGINAS DA BÍBLIA

1. é chamado justo. Ló foi convidado de Abraão quando ainda era Abrão, para acompanhá-lo. Ló; no entanto, não reconheceu o grande amigo. No meio da prosperidade deixou que seus vaqueiros fossem profícuos com os servos de Abraão, e a divisão se fez. O capítulo 13 de Gênesis mostra Ló que escolhe as campinas e deixa a parte do deserto para seu tio. No capítulo 14 de Gênesis, Ló é levado cativo. Abrão corre em seu socorro e o livra. Mas não se encontra uma só palavra saída da boca de Ló que demonstre gratidão. Em Gênesis 19, Abraão faz tudo para salvá-lo da maldição de Sodoma e ele escapa. Não se recorda nada de gratidão em relação ao tio.

2. O Copeiro-Mor (Gênesis 41) foi ajudado por José quando do sonho dentro da prisão. Mas por dois anos inteiros se esqueceu do pedido modesto que lhe fizera o jovem hebreu. Que bênção pararmos para uma avaliação séria neste dia.

3. Saul é outro exemplo de ingratidão. Tomado e ajudado por Samuel. Escolhido por Deus para uma função de tremenda honra. Não se lembrou de agradecer ao Senhor. Primeiro altar que construiu aparece depois de sua rejeição (1Samuel 14.35).

4. Salomão foi escolhido para suceder o grande rei. Teve duas visões especiais de Deus. Recebeu riquezas como nenhum outro e conhecimento. Mas Salomão desperdiçou tudo, pois não teve um coração agradecido.

II – AS GRATIDÕES REGISTRADAS NA BÍBLIA

Não há como mencionar sequer uma parcela das enormes gratidões da Bíblia:

1. Gênesis 4.4 nos fala de Abel que trouxe das primícias do seu rebanho e da gordura deste para oferecer ao Senhor.

2. Noé terminou a grande experiência do Dilúvio e logo que sai da Arca o derradeiro animal, ele resolve levantar um altar e oferecer ao Senhor o sacrifício de gratidão (Gênesis 8.20).

3. Em 2Samuel capítulo 9, Davi - o homem segundo coração de Deus -, toma uma atitude em relação a Mefibosete por duas conquistas de gratidão ao Senhor.

4. Em Lucas capítulo 8, lemos das mulheres, Maria Madalena, Joana, Suzana que manifestavam sua gratidão a Jesus.

5. Em Marcos capítulo 5, temos a comovente história do curado de Gadareno. Ele decidiu anunciar Jesus na Decápolis. Dez cidades ouviram a mensagem por causa daquela voz.

6. Lucas capítulo 7 conta a história da mulher que amou ao Senhor de tal forma que recebeu dele a palavra: “A tua fé te salvou”.

7. Lucas capítulo 17 conta a história do leproso que voltou para agradecer quando nove outros se esqueceram da bênção.

O que fazer com nossas bênçãos:

1. Quais serão elas?

2. Podemos desperdiçá-las? (Saul o fez).

3. Podemos reconhecê-las?

4. Podemos distribuí-las?

5. Podemos aperfeiçoá-las?

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo: