MEDITAÇÃO PARA O MOMENTO QUE PASSA (João 6.17-18)

O milagre aconteceu. Os poucos pães e peixes tinham fartado a multidão. Surge uma situação que pode retratar uma era ou várias situações diferentes.


I - ESTAVA ESCURO.

Trevas prefiguram turbulências, provações, separação.

1. Estamos como nação em crise de economia, de financias, de moral e de credibilidade.

2. Estamos como família, no sentido geral, em tempos de decepções.

3. Há trevas por acontecer. O pecado está em grande estrago. Cumpre-se Mateus 24.12.


II - O MAR SE AGITAVA...

A conturbação cresce.

Greves e agitações.

Preocupação com direitos e alheamento de deveres.

Governos premidos.

Pais e mães que são desafiados e até vítimas de confrontação com aquilo que é certo.

São muitas as marolas da vida.


III - JESUS ESTAVA AINDA AUSENTE

1. Quando Jesus não era chegado a febre dominava o lar de Simão Pedro, pela febre elevada de sua sogra.

2. Quando Jesus não foi reconhecido os caminhantes de Emaús expuseram suas decepções.

3. Quando Jesus não era chegado a tristeza acampara no lar de Marta e Maria.

4. Antes de Jesus chegar, chorava em desespero a viúva de Naim, que levava o filho para a sepultura.

Os lares de hoje, as famílias, os indivíduos precisam de Jesus no seu trato e no seu caminho.


IV - NO MEIO DA LUTA, JESUS que chega, suscitando o medo - não temos.

1. Quando Jesus chega, a coragem se reforça, renasce.

2. Quando Jesus chega, o medo se desfaz.

3. Quando Jesus chega, a vida retorna.

4. Quando Jesus chega, os pecados são apagados.

5. Quando Jesus chega, a alegria se espalha.

6. Quando Jesus chega, o amor de Deus é revelado.

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo: