top of page

MÉTODO DE EVANGELISMO (João 1.35-51)

Sermão pregado na Igreja Batista da Tijuca – Rio de Janeiro, hoje Primeira Igreja Batista no Andaraí, em 08.08.1948.

Evangelizar não é uma palavra católica, mas é uma palavra evangélica. Conversando com um amigo esta semana sobre a língua inglesa, ele disse: "Nunca apreciei o Inglês até que comecei a entrar em sua sintaxe e no vocabulário. Examine e você verá que o Inglês é uma língua evangélica. Tem termos que significam muito mais que podemos expressar em Português: "Atonement" é mais que expiação, dízimo, Ceia do Senhor, reconciliação, perdão, mas evangelizar é vital no vocabulário do cristão. Na "Grande Comissão" só há um imperativo: Fazei discípulos, os outros são gerúndios.

 

I - EVANGELIZAR É CONTAR UMA HISTÓRIA DE AMOR

1. Quem já promoveu o encontro de dois seres, encontro que termina em casamento? Que sensação agradável. Pois mais agradável é introduzir o Amoroso Cristo ao pecador e promover o encontro até o fim.

 

II - EVANGELIZAR É PROMOVER O REATAMENTO DE AMIZADE ENTRE DOIS SERES QUE ESTÃO BRIGADOS

Pastor Landrum P. Leavell – (1926-2007), e a história de como ele fez o reatamento de relações entre dois jovens membros da igreja que se encontravam em inimizade. Marcou o encontro para ambos à mesma hora para entrarem em portas diferentes. Ambos se abraçaram e se alegraram. Pois há alegria no céu e há alegria na alma do pecador que encontra de novo o seu Mestre.

 

III - EVANGELIZAR É AJUDAR ALGUÉM A SE ACHAR A SI MESMO

1. "Conheça-te a ti mesmo", disse Sócrates – (470-399 a.C) . Ninguém se conhece a si mesmo até que Cristo revele a plenitude do seu poder nele.

2. Esta semana alguém disse ter aprendido a ler depois que se converteu e sentiu o desejo de ler o Novo Testamento.

3. Asseio e limpeza vêm com o Evangelho.


IV - EVANGELIZAR É O GRANDE IMPERATIVO DO CRISTÃO

1. Os discípulos, no texto que estudamos agora, saíram logo a ganhar outros. Pastor George W. Truett - 1867-1944, conta da menininha que não sabia inglês e queria se batizar. Rejeitada, começou a chorar.  Por que? Por causa do meu irmão que é perdido, disse. Foi aceita para o batismo, porque ficou evidente para todos que ela tinha a certeza da salvação.

2. Eles saíram a visitar e contaram a história, tudo que fizeram.

3. Receio que não temos seguido este imperativo. 20 entradas em sete meses. Ipanema com 70 entradas. Ipanema com 25 pontos de pregação bem freqüentados, como 300 na reunião de oração. Sustentando o pastor e um irmão para visitar. 35.000 cruzeiros de entrada por mês. Seremos mais ocupados ou menos consagrados.


V - PRINCÍPIOS DE EVANGELIZAÇÃO

1. Certeza. Não se dá a menos que se tenha .

2. Prova. Prova para a convicção do crente, prova com o interesse do pecador.

3. Fatos. Nossa própria experiência é a base para o evangelismo. Fatos, não discussões.


VI - CAMPOS BRANCOS PARA O EVANGELISMO HOJE

1. Mais perdidos hoje do que no tempo de Jesus.

2. Temos que usar todos os métodos possíveis: Rádio, folhetos, Bíblias, trabalho pessoal, visitas. Absolutamente impossível para o pastor fazer todas as visitas necessárias.

3. Em breve derrubaremos paredes. Encontraremos o novo santuário?

4. Evangelismo por meio da alfabetização. Voluntários para ensinar. Organizaremos classes aqui na igreja ou na casa do irmão que desejar fazer o trabalho. Cartilhas na Junta de Missões Nacionais. Registro de professores com o  Professor Luciano Lopes.

Comments


Se desejar, deixe o seu comentário abaixo:
bottom of page