GARANTIAS DE CRISTO NA TRAJETÓRIA DE UM HOMEM QUE SOUBE OBEDECER (João 9)

O capítulo 9 de João apresenta um retrato perfeito de Jesus. Está presente na linhas do relato o problema do sofrimento humano: Por que sofrem as pessoas? Era crença entre os judeus que o sofrimento era sempre resultante do pecado. Mas aqui está alguém que não teve oportunidade de pecar, pois nasceu cego.

Morte causada pelo pecado - Romanos 5; pecado dos pais - Êxodo 20.5; 35.7; Números 14.18. Problemas pessoais - Deuteronômio 28.15; Jeremias 31.10. Deus glorificado no sofrimento - Romanos 8.28; 1Pedro 2.21.


I - CONCEITUAÇÃO CLARA DE JESUS SOBRE A CEGUEIRA DO HOMEM

1. Ele não sofre como resultado de um fato de reencarnação ou transmigração.

2. Ele não sofre por erro pessoal.

3. Ele sofre para permitir que na sua experiência Deus se manifeste.


II - UM HOMEM SOFRIDO MARCADO PELA OBEDIÊNCIA

a) Jesus marcado pelo amor.

1. Consciente da brevidade do homem do tempo.

2. Consciente de ser Luz do mundo

3. Pronto a agir com lodo, usando um método diferente e até contraditório.

b) O cego de nascença

1. Aparentemente despido de revoltas íntimas.

2. Homem disposto a obedecer.

Se ele tivesse ido ao poço de Betesda teria continuado na sua cegueira. Ele não discutiu e foi para o poço tornado famoso pela obra de Ezequias.


III - FORÇA E VALOR DA EXPERIÊNCIA NO SOFRIMENTO

Li, recentemente, que existe grau de perseguição nos dias atuais, em dimensão semelhante ao que ocorria na Roma pagã. Os fariseus perseguiram o homem por ter ele sido curado no dia de sábado.

Grupo de ex-escravos que vivem nas proximidades do Vale do Jequitinhonha - pobres e analfabetos, ainda que libertados.

Para vencer a intolerância, o homem usou de dois argumentos:

1. Quem me curou não pode ser pecador

2. Uma coisa eu sei e somente e somente uma: Eu era cego e agora vejo.

Hoje é tempo de desafios. Artigo recente revela que a perseguição religiosa no mundo contemporâneo continua sendo muito grande.


IV - A PRESENÇA DE JESUS SALVADORA NA EPOPEIA DO HOMEM PROVADO

Os fariseus conseguiram expulsar o homem da sinagoga e o consideraram herético. Jesus soube do ato da expulsão e saiu em busca do homem sofredor. Jesus o encontra... quanto tempo o teria procurado? Agora Jesus lhe formula a pergunta mais importante que ouvira até então: "Crês tu no Filho de Deus"? Aqui a mais importante de todas as perguntas. Aqui a mais bela de todas as respostas. Ele não duvidou. Ele não comentou, mas aceitou o perdão e a salvação de Jesus.

Quantos ficam na tradição. Tantos desejam entender de perdão e até doutrinas de teologia. Aquele creu na hora e na hora foi salvo (v. 38).

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo: