FORÇA INVENCÍVEL EM TEMPOS DE CALAMIDADE (Salmo 27.5)

Duas partes distintas no Salmo. A primeira, as lutas firmadas na presença do Senhor que é luz, salvação e defesa. A partir do verso 7 a tonalidade muda e alguns tentam dividir o Salmo em dois.

Na primeira parte no meio dos cânticos de vitória, há presença de certo modo do medo. Eu creio e não tenho medo pode refletir o pensamento apesar de temer sigo em frente pelo poder que não é meu, mas de Deus Jeová.


O Salmo lembra o episódio do jovem Davi com o gigante Golias. 1Samuel 17.41-49 parecem lembrar aquele encontro. Se tanto, a vida de Davi recebe nova força por sua presença e adoração no templo.


O verso 3 marca a enorme confiança do salmista: Não apenas no poder de Jeová, mas na certeza de que sua própria vida conseguia vitórias em Deus. Davi coloca a totalidade da sua vida à disposição de Deus. Se existe referência ao tempo quando enfrentou Golias, temos aqui a receita para adolescentes, juventude e até crianças na caminhada rumo à vitória na adversidade.


Davi planejou ser parte do culto e do templo e Deus aceitou sua decisão. Fez dele o homem segundo seu próprio coração.


A fé pode unir estações: Verão, Outono, Inverno, Primavera.


A segurança de um culto presente garantia a vitória de um futuro atribulado.


O pavilhão, proteção, Isaias 4.6. Deus na tenda abrigando visitantes. Mas a fé que transpõe montanhas não pode impedir que soprem ventos turbulentos. Davi fala de vitórias, mas comenta falhas e provações de modo igual.


Paralelismos: verso 4: eu buscarei. verso 8... tua face eu buscarei. O verso 2 fala de experiências passadas... mais tu me ajudaste... não me abandonarás... ainda que isto aconteça de pai e mãe... rejeição... versos 7-10 da necessidade de proteção no tempo.


A comunhão com Deus gera força, resistência e alegria. A certeza da fé gera desejo de ofertar. Oração ouvida, verso 7; chamada, verso 8.... direção, instrução, verso 11. Verso 4... literalmente.


Contemplar o favor do Senhor.

Receber abrigo do Senhor.

Ser defendido pelo Senhor.


Testemunho: Em Angola, no meio da guerra (1975), igrejas do norte não podem ser visitadas... Pastor João... a guerra vem de fora, não depende de angolanos... tenho 20 em minha casa... preciso conseguir arroz para todos... o arroz no câmbio negro custa cem dólares o quilo... temos 2 quilos de açúcar por mês... temos racionamento para artigos de limpeza... não existe templo que possa abrigar todos os interessados... O Governo pede cooperação... não há bíblias suficientes... a solução; declara, é a oração.


João 6.23.

Lucas 5.7

Atos 12.5

Tiago 5.14


Se desejar, deixe o seu comentário abaixo: