FILADÉLFIA UMA IGREJA VITORIOSA (Apocalipse 3.7-13)

Sermão proferido em 04.02.1950


Estamos diante da segunda carta na qual não existe uma queixa da parte de Jesus. A primeira foi Smirna, a igreja que estava sendo terrivelmente provada e a qual o Senhor disse simplesmente: "Sê fiel até a morte e lhe darei a coroa da vida" (Apocalipse 2.10).

Filadélfia foi a segunda igreja a ser louvada. Esta era a igreja em todos os pontos vitoriosa. Diz dela o historiador Edward Gibbon (1737-1794) ao comentar a queda das cidades de Assis no domínio dos turcos entre os anos de 1312-1392: "Ao perderem Éfeso, os cristãos pensaram na queda do um candeeiro. A desolação foi completa e o templo de Diana e a igreja de Maria frustraram as expectativas dos viajantes. O circo e os três teatros de Laodicéia se tornaram casas de lobos e raposas. Sardes se transformou numa viela; Tiatira e Pérgamo se transformaram em cidadela de Maomé e Smirna caiu nas mãos dos armênios e outros exploradores. Somente Filadélfia salvou-se por profecia ou por coragem. Foi ali que seus cidadãos resistiram por 80 anos. Dentre as igrejas e colônias da Ásia, Filadélfia é a única coluna ereta erguida no meio das ruínas; uma prova de que a honra e a segurança andam juntas, às vezes".

As expressões referentes à igreja, os elogios merecidos foram confirmados por Policarpo em sua carta aos Filipenses, por volta de 110-140 d.C., 20 anos mais tarde. Passemos a analisar a carta:


I - A IDENTIFICAÇÃO DO CRISTO

O Santo verdadeiro, características essenciais de Jesus Santo, verdadeiro. O Santo; não um santo. Caráter puro e reto como o do Messias. Verdadeiro como uma decorrência. Ninguém que seja santo pode ser mentiroso. Verdade é conformidade a um padrão estável.

1. O caráter santo tem um padrão estável por normas.

2. O que tem a chave de David... Jesus e não Pedro é o chaveiro do céu; conforme Isaias 22.20-32. Através de Jesus o acesso é dado ao rei. Ele exerce poderes reais. Era costume dar-se aos escribas reconhecidos uns tabletes nos quais se encontravam escritos dos sábios e a chave da sabedoria.

3. O que abre ninguém fecha. Aqui está a autoridade absoluta daquele que dirige os passos dos crentes; "Com tua mão segura bem a minha, pois junto a ti desejo estar, Senhor' (Hino 377 HCC). É Jesus quem legisla sobre as condições de uma pessoa entrar na igreja e no reino. Nós somos únicos auxiliares do Mestre.


II - AVISOS EM RELAÇÃO Á IGREJA

1."Conheço as tuas obras. Eis que tenho posto uma porta aberta" .(Ap. 3.8). Teria Jesus aberto a porta perante a igreja por causa da igreja já haver guardado o seu nome, ou tendo perante a porta aberta a igreja continuou a usar deste privilégio? A impressão que parece mais segura é a de que a porta não foi aberta como recompensa pela fidelidade mas sim por causa da agressividade da igreja em entrar nas portas que se abriam perante ela. A igreja de Éfeso teve uma porta aberta (1Coríntio 16.8-9), mas esta porta se fechou por causa de perda do primeiro amor. Jesus declara que ele abre a porta e a fecha e ninguém pode impedir de que seu plano vá adiante.

2. Quando uma igreja se decide entrar pelas portas aberta, então o próprio Deus vai sustê-la no combate aos seus inimigos. Havia ali os da sinagoga de Satanás. Existem hoje os que são da sinagoga de Satanás. Mas Jesus solenemente promete livrar os crentes de tamanha dor.

3. Outra promessa se refere à guarda no futuro. Dizem que existe um pilar nas ruínas de Filadélfia. A cidade foi preservada por Deus. Era pequena. Estava num local sujeito a vulcões. Mas era uma igreja agressiva e suas obras permanecerão.

4. Notemos a advertência. Venho sem demora. Guarda o que tens para que ninguém tome tua coroa. Guarda o que tens por ser bom ; guarda-o porque outros quererão te tomar isto. Venho sem demora, é advertência constante à igreja de Deus.


III - PROMESSAS AOS VENCEDORES

1. Colunas (1Timóteo 3.15). Firmeza na permanência. Teu candeeiro não passará (Gálatas 2.9).

2. O nome de Deus. Sinal de possessão divina.

3. Nome da cidade, sinal de cidadania.


IV - APLICAÇÃO PRÁTICA

1. Portas abertas. Há portas abertas no Brasil.

2. Portas abertas nos pontos de pregação.

3. Portas abertas no rádio.

4. Nos trabalhos regulares.

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo: