ESAÚ (Gênesis 5.24-34)

Isaque foi um dos mais pacíficos patriarcas. Homem de fé e de oração; teve sua vida pontilhada de vitórias espirituais. Rebeca, sua esposa era estéril e oraram a Deus para que lhe concedesse o privilégio de terem um filho. Deus, em sua generosidade deu-lhe mais do que pediram, a saber, dois filhos em vez de um.


I – RETRATO BÍBLICO DE ESAÚ


1. Seu nome foi derivado de sua aparência (Gênesis 25.25).

2. Era caçador, dominador de animais, vitorioso sobre o tempo, as intempéries (Gênesis 25.27)

3. Carnal, sem visão, escravo do estômago. Tinha paixão pelos pratos vermelhos. Tão grande era a sua gulodice que teve seu nome mudado para Edom ou vermelho (Gênesis 25.30).

4. Vendia os poderes espirituais por qualquer coisa e seguia da mesma maneira o seu caminho (Gênesis 25.33).

5. Casava-se com qualquer uma estranha, sem respeito às tradições dos pais ou ensinos de Deus. Casava-se com estrangeiras, pagãs (Gênesis 26.34-35).

6. Chorão, desejava tomar aquilo que desprezara (Gênesis 27.38) Esaú teria feito muito melhor em chorar diante de Jacó ao apetecer-lhe o guisado do que chorar agora depois de haver perdido a bênção. Chorava em ocasiões trocadas. Mas suas lágrimas tardias não lhe trouxeram alegria e bênção.

7. Depois de se mostrar desprezador das coisas espirituais desejava se tornar assassino (Gênesis 27.41).

8. Mais tarde encontra-se com Jacó para sepultar o pai (Gênesis 35.29).


II – LIÇÕES PRÁTICAS DA VIDA DE ESAÚ

1. Um mesmo lar, mesmos pais com filhos tão diversos em temperamento tão diferentes em ambições

2. Para que me serve a primogenitura? Diz o texto que o faminto Esaú nem ao menos sabia o nome do alimento que cobiçara. Dá-me daquela coisa vermelha... Para que me serve a primogenitura?


(1) Direito à sucessão em Canaã

(2) Bênçãos espirituais advindas do conserto com os patriarcas.

(3) Posse oficial dos títulos do pai

(4) Dois terços da herança paterna

(5) Influência na vida religiosa da família.


Ao homem carnal nada disto importará. Jacó ganhou a primogenitura, Esaú ganhou do mingau vermelho.


3. Lágrimas não conseguem comprar a graça perdida e recusada. A ação de hoje refletirá lágrimas amanhã, quando for fruto de uma ação impensada (Hebreus 12.16-17).

4. Esaú dominava a natureza física, os animais, mas não dominava o seu apetite. Por isso andava com um exército de homens, enquanto Jacó era guardado pelos anjos. Esaú ameaçava matar o irmão, mas Jacó orava para que Deus lhe desse vitória sobre o gênio do irmão. E Jacó enviou presentes àqueles que o odiava. Sua vitória foi completa.

Que neste mundo materializado e mal, aprendamos a grande lição de colocar coisas espirituais em plano superior.

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo: