top of page

DIÁCONOS PARA UMA IGREJA EM MARCHA (1Timóteo 3.8-13)

Sermão pregado na Igreja Batista da Esperança (RJ), em 30.06.1968

Qualquer trabalho que cresça pressupõe uma equipe. Deus previu o crescimento de sua igreja e preparou uma equipe para o seu trabalho. Diácono é elemento necessário às igrejas. Dentro de mais alguns dias a Igreja Batista da Esperança votará separar dois de seus membros para servirem no diaconato. Temos considerado o assunto nas reuniões, mas agora que estamos às portas da sessão em que o assunto será decidido, julgamos oportuno essa palavra.


I - O OFÍCIO DO DIÁCONO

1. Pouco no Novo Testamento sobre diáconos. Atos 6, possivelmente, é o início. Filipenses1.1 menção aos bispos e diáconos. 1Timóteo 3; Romanos 16.1, onde Paulo fala de uma diaconisa chamada Febe.

2. Diácono é servo; é instrumento, criatura ou huperetes . A idéia fundamental é a de alguém que se dispõe a servir, que é servo por natureza, que gosta de servir.

3. Notemos que em Atos 6 diáconos vieram para servir às mesas.

4. Diáconos para que os apóstolos pudessem ministrar a Palavra, dedicando-se à oração. Diáconos para tornar mais espiritual o trabalho dos pastores e não para trazer dificuldades e embaraços; não para vigiar os pastores, mas para ajudá-los.

5. Diáconos para servir, não para pregar. Dois deles se destacaram. Dois deles se destacaram como pregadores, mas os cinco outros foram apenas diáconos.


II - AS EXIGÊNCIAS DO DIACONATO

1. Vimos em reuniões anteriores as exigências de Atos 6.

2. Vimos em outra reunião as exigências de 1Timóteo 3, em número de10, sendo 7 qualificações positivas e 3 negativas.

(1) Não de língua dobre - Provérbios 11.13; Eclesiastes 8.13... aquele que diz uma coisa pensando em outra; que diz coisas diferentes a pessoas diferentes; que usa uma linguagem no meio dos crentes e outra linguagem no meio dos não crentes.

(2) Que não seja indulgente em questão do vinho.

(3) não ambiciosos; não amantes do lucro fácil... Acã, Balaão e Geazi, no Velho Testamento, Judas no Novo Testamento.

3. Positivamente honestos; bons crentes; de boa consciência; experimentados; maridos de uma só mulher; bons governantes da casa; amigos dos filhos.

4. Capazes de guardarem o mistério da fé. Não pregadores, mas guardadores. Não homens que falavam muito, mas que podiam guardar os mistérios da fé em seus corações.

5. Que sejam provados antes de efetivados no exercício.


III - DIÁCONOS PARA UMA IGREJA EM MARCHA

1. Serão diáconos escolhidos pela igreja, a exemplo do que se fez na primeira igreja em Jerusalém.

2. Devem ter disposição sadia para o trabalho, na marcha da igreja.

3. Visão da grandeza da obra que nos espera.

4. Disposição para um esforço incomum na propagação dos ideais de Cristo na vida da igreja.

5. Honestos no proceder; respeitáveis; veneráveis; pessoa que impõe respeito pela presença. "

"Cumpram para si mesmos bons testemunhos".

コメント


Se desejar, deixe o seu comentário abaixo:
bottom of page