CRISTÃOS VITORIOSOS NA TRILHA DA PROVAÇÃO (2Corintios 4.8-9)

(Nota da Redação: Não temos a data deste texto)


O país espera dias difíceis. A onda de carnaval e de aparente e derivado prazer não reflete o sentimento mais profundo das almas. Teme-se desemprego, recessão e outros males. Há contrastes chocantes com os extremos que se chocam.


I – PAULO NO TORVELINHO DE LUTAS TREMENDAS

O texto de 2Corintios 4, é de difícil tradução. E ao ler as pesadas palavras de quem viveu para servir e sofreu abundantemente, perguntamos: Por que tão continuas lutas? Por quer perigos em sucessão? Por que tantas decepções? Paulo descobriu o propósito: para que a vida de Cristo seja manifesta. Provas sucedem em nosso próprio caminho: No lar, nos negócios, no trabalho, na convivência, no ministério, nos estudos. Teríamos sido nós os únicos a passar por tais provas? Teria sido Paulo o único?

II - JACÓ E JOSAFÁ NO TORVERLINHO DE LUTAS TREMENDAS

1. Em Gênesis 47.19, Jacó descreve diante de Faraó o resumo de sua própria vida. Mas é em Gênesis 31.40 que lemos de seu desencontro, quando na saída da companhia de Labão. Mas quando Jacó escapa das injustiças e deslealdades de Labão, dá de cara com a ameaça de Esaú. Que terrível ameaça e tantas lutas que afligiram no caminho de Jacó. Mas foi por causa de Esaú que Jacó se tornou Israel, pois como príncipe lutaste com Deus e permaneceste.

L. E. Maxwell formula (1895-1984) a pergunta: Já encontraste o teu Esaú? Já venceste Esaú? Esaú no negócio, Esaú na enfermidade, Esaú no campo das relações pessoais, Esaú nas tribulações do lar, Esaú nas provações.

2. Jeosafá foi um dos mais distintos e queridos reis de Israel. Talvez nenhum outro mais provado. Em 2Crônicas temos um relato de suas lutas e terríveis sofrimentos. Mas o verso 12 nos dá a receita que se tornou na sua garantia de vitória. Ele recebeu as chaves do Reino, a chave da vitória; nasceu um herói de Deus: “Não pela escolaridade ou gestos políticos ou acertos por debaixo do pano, mas pelas orações, lágrimas, confissão de pecados e abandono deles, pela coragem de ter caráter, pelo compromisso com Cristo em nota prioritária”. Grupo que discutia como vencer quando um pastor provado e aprovado declarou: “Meu compromisso é com Cristo, não preciso de estratégia para ganhar cm os homens”.


III – CRISTO NOS TORVELINHOS DAS PROVAÇÕES

“Agora minha alma está turbada, mas que direi? Pai, salva-me desta hora. Mas para isto vim a esta hora...

“No mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo... Pendurado e sangrando, desnudo e ferido, eu venci o mundo... Traído e açoitado mas eu venci o mundo”.

Malaquias fala no capítulo 3 da grande diferença.

Vale a pena pensar nesta hora.

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo: