CAMINHOS SANTOS DA PROTEÇÃO DE DEUS (Salmo 121)

O Salmo 121 exalta o cuidado de Deus sobre seu povo. A linguagem é individual. Deus guardava a Nação de Israel, tendo em vista a guarda que dava a cada israelita. Dois montes marcam Jerusalém: Moriá e Sião. Ali estavam lugares sagrados. O adorador podia olhar para aqueles termos lembrando os feitos de Deus. Mas o socorro real e verdadeiro teria sua origem e fundamento no próprio Deus.


I – O GUARDA FIEL

1. Deus tem interesse no fiel. O Senhor não dorme. A história vem do Oriente. A pobre mulher veio ao Sultão e pediu compensação por propriedade perdida. O Sultão quis saber a origem da perda e ela confessou que havia cochilado... o ladrão entrou e roubou. Por que dormiu, perguntou o Sultão. Pela confiança de que o Sultão estaria acordado, respondeu. Lisonjeado mandou dar às compensações à mulher. Deus no seu cuidado eterno não necessita ser elogiado. Jacó fugia do irmão e Deus o encontrou em Betel.

2. O Senhor fez o céu e fez a terra e poderá fazer plano o caminho de quem nele coloca sua confiança.

3. Pés guardados: “Dirige os meus pés nos teus caminhos para que minhas pegadas não vacilem” (Salmo 17.5) “Lâmpada para os meus pés é a tua palavra, luz para os meus caminhos” (Salmo 119.105).


II – A PERENIDADE DO CUIDADO DE DEUS


Certo viajante passou 3 anos em viagens seguidas, tendo percorrido lugares nunca antes visitados por pés humanos. Depois se preparou para rever o lugar amado, os amigos, a igreja e a família. Ao chegar àquele lugar da sua meninice foi até o lugar do templo para atravessar os portais do velho templo onde seu pai gastou anos de sua vida. Ali se ajoelhou e dedicou ao Senhor o cântico de sua gratidão pela longa viagem e pela forma como pôde sentir a perfeita proteção de Deus.

Guarda no viver diário... Preocupações... Pecados... Relacionamento... Interesses nobres. O salmista via a proteção de Deus em tempo de sol ou nas vigílias da noite. Ele sentia a proteção firme e segura de forma perene. Da mesma forma que perenes são os movimentos da criação; perene é a guarda do Senhor.


III – TUA SAIDA E TUA ENTRADA... TUA ENTRADA E TUA SAIDA

1. O Senhor me guardará da queda.

2. O Senhor me guardará na minha vida física. O Salmo 41 fala do salmista que cuida do pobre, que adoece, mas no leito tem sua cama afofada. O Senhor guarda da depressão.

3. O Senhor guarda na tentação. José teve Deus na prisão.

4. O Senhor guarda no presente e no futuro.

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo: