top of page

A CONCEPÇÃO BÍBLICA DA OBRA E PESSOA DO ESPÍRITO SANTO (1Coríntios 14.1-25)

Sermão pregado na Igreja Batista da Tijuca (RJ) hoje Primeira Igreja Batista no Andaraí (RJ) em 26.09.1948.


Estudamos domingo algumas verdades bíblicas a respeito do Espírito Santo. Vimos que o Espírito Santo é uma Pessoa, é Deus mesmo, bem como suas atividades em relação ao crente, em relação aos não crentes e em relação à Igreja de Cristo. Hoje vamos estudar algumas expressões usadas em conexão com a doutrina do Espírito Santo e principalmente em relação a certas designações que se faz às suas obras no Novo Testamento, principalmente no livro de Atos.


I - EXPRESSÕES DESCRITIVAS DAS ATIVIDADES DO ESPÍRITO SANTO

 

1. "Foram cheios do Espírito Santo". Esta é, na opinião de Dr. Dana, a expressão favorita no vocabulário de Lucas em relação à obra do Espírito Santo.

(1) Esta expressão ocorre 19 vezes no livro de Atos e quer sempre designar o estado espiritual de alguém que chegou ao ponto de ser permeado e dirigido pelo Espírito Santo. Comparemos Atos 1.14 com 24-26 e 2.4. Notar que o sermão que Pedro pregou logo após não foi uma glorificação do Espírito Santo, mas de Jesus - João 16.13-14.

(2) Notemos que em Atos 4.31 que a mesma expressão é usada outra vez, isto é, os apóstolos foram cheios do Espírito Santo outra vez. De fato eles haviam sido cheios do Espírito Santo - João 20.22-23 - "Tomai o Espírito Santo".

(3) Vejamos Atos 7.55, conforme 6.5.

(4) Segundo Atos 2.39, esta a promessa, a possibilidade de ser cheio do Espírito não é privilégio de ninguém, mas de quantos quiserem pagar o preço, de permanecerem perto de Deus em oração. Ser cheio do Espírito Santo é um mandamento que nós não obedecemos, que constitui a causa de não sermos crentes ganhadores de almas e cheios do poder de Jesus - Ver Efésios 5.18.

2. "Recebereis o dom do Espírito Santo " -  Atos 2.38. Esta expressão ocorre seis vezes em Atos. A ideia é de que Deus está dando o Espírito. Todas as vezes que a expressão ocorre vem em relação à profecia, é um cumprimento de profecias. A ideia é a mesma usada para designar a escolha de Deus para com um profeta , por exemplo. Esta expressão aparece em relação a gentios para demonstrar perante os judeus endurecidos e vaidosos que Deus também aos gentios, deu o privilégio da salvação.

Ver Atos 10.45; 15.8. Notar em Atos 5.32 que somente aqueles que obedeceram receberam o dom, a graça da conversão. Notar que o termo "receber" o Espírito Santo tem a mesma conexão com profecia que agora estudamos - Ver também Atos 2.33,38; 19.2.

3. O batismo do Espírito Santo - profecia muito importante. Esta expressão aparece somente seis vezes no Novo Testamento.

4. Vezes ditas por João Batista e repetidas em cada um dos quatro evangelhos: Mateus 3.11; Marcos 1.8; Lucas 3.16. As outras duas vezes um foi proferido pelo Senhor em Atos 1.5 e outra por Pedro em Atos 11.16. É estranho que uma expressão tão poucas vezes usada esteja sendo explorada por tantas seitas no mundo de hoje.

As expressões "Cheios do Espírito" e "Batismo do Espírito Santo", são sinônimos em seu qualificado - se bem que o primeiro se aplique a indivíduos enquanto o segundo se aplica aos grupos. Notemos que as expressões referentes ao batismo do Espírito Santo, são relacionadas com as expressões de João Batista. Notar agora que a referência de Jesus ao batismo do Espírito Santo é claramente a confirmação da promessa de João e os fenômenos descritos no capítulo 2 são claramente o cumprimento da figura batismal. As expressões "batizados no Espírito Santo" são usadas somente no caso da iniciação de judeus na vida cristã e de gentios (João 11.16) e nunca mais.


II – CONCLUSÔES ABERRANTES DE SEITAS MODERNAS NO TOCANTE AOS FENÔMENOS AQUI ESTUDADOS

 

1. A doutrina das línguas estranhas. Emílio Conde - 1901-197, no seu livro "Pentecostes Para Todos", fala sobre a doutrina das línguas estranhas, mencionada por Paulo em 1Coríntios 9 vezes.

(1) Não existe menção de doutrina de língua estranha na Bíblia. As línguas faladas em Pentecostes foram línguas inteligíveis - Ver Atos 2.6-8.

(2) A palavra "estranha" que aparece em 1Coríntios está em itálico, querendo dizer que não se encontra no original. Notar 1Coríntios 14.6, 9, 13. Experiência dos Pentecostais é que eles mesmos não sabem o que disseram.

2. A doutrina do batismo do Espírito Santo. Pode alguém se converter a menos que seja por obra do Espírito Santo? Notar que Cornélio foi batizado com o Espírito Santo antes de ser batizado - Atos 10.45-48.

3. A doutrina da completa santificação  

(1) Fala ao teste das Escrituras - 1João 1.8-10. Notar que estas palavras foram escritas a crentes. Notar que ao dizer "limpa", João usou o verbo gramatical que quer dizer "continua a nos limpar através dos tempos”. Agora em 3.1, João diz claramente para que ele está escrevendo a carta.

(2) Esta doutrina falha ao teste da razão. Para que alguém possa ser inteiramente livre do pecado, ele precisa ser inteiramente sábio pára que possa revidar a todos os pecados.

(3) Esta doutrina falha ao teste histórico. Nunca se ouviu dizer que alguém tivesse conseguido a perfeição neste mundo.


CONCLUSÃO

Irmãos: deixemos que a Palavra de Deus tenha autoridade sobre as nossas vidas. Busquemos o Senhor mais frequentemente em oração Esforcemo-nos por entender Sua Mente e chegaremos à vida de frutos e chegaremos ao ponto de não entristecer o Espírito Santo que habita em nós e que nos fará  vitorioso em Cristo.

コメント


Se desejar, deixe o seu comentário abaixo:
bottom of page