UMA MENSAGEM ANTIGA AOS MOÇOS MODERNOS (1Samuel 9.27)

Este verso enfeixa duas ideias igualmente maravilhosas: a ideia e a ordem da espera. Ambas foram dadas a moços e ambas foram dadas por um homem de Deus. Ele é também o término da primeira e maravilhosa entrevista do primeiro rei de Israel com o Profeta Samuel. Pensei neste trecho, porque ele aparece no limite de duas eras, porque ele se liga a dois jovens e porque ele apresenta duas lições expressivas para a mocidade. Não sei se mocidade do mundo já foi em algum tempo responsável quanto o é agora, Não sei se já houve um tempo quando se esperou tanto da mocidade. Mas sei que hoje assim o é. O futuro do mundo depende da mocidade de hoje. E o futuro do Evangelho depende em grande parte do desempenho que a mocidade der no mundo atual. Parado na meditação, pareceu-me ouvir uma voz clara, que partindo deste verso me dava os degraus deste sermão. A primeira era uma voz da terra. A segunda uma voz do céu. A primeira ecoava numa dor; a segunda, num apelo. A primeira voz, diletos, era a voz da geração que ora se contorce. Ela dizia: "Passe adiante de nós, mocidade". A segunda era a voz de Deus que advertia: "Espera, mocidade, e ouve a minha voz". Pensemos ligeiramente numa e noutra voz. I - DIZE AO MOÇO QUE PASSE ADIANTE DE NÓS Esta é a palavra de Samuel dirigida ao amo de Saul e que ressoa aos meus ouvidos como apelo dos anciãos de hoje aos homens de amanhã. 1. Passa adiante na cultura e aplicação. O mundo de hoje sente a falta de líderes capazes. A cultura não sobraçar um diploma ou um título. Cultura custa tenacidade, esforço, sacrifício... A cultura de um Rui Barbosa não veio à toa. Ele passou a vida levantando cedo e deitando tarde. Os 32 mil volumes de sua biblioteca foram estudados. 2. Passa adiante no caráter. A grande necessidade do mundo e particularmente do Brasil é de caráter. Marden orava: “Ó Deus, dai-os homens, a vida de hoje precisa de homens de caráter". Sim, sim, não, não, eis a grande necessidade. Oito cassinos em janeiro, doze em março, em Poços de Caldas, afirmou-me um ex-deputado que veio comigo de São Paulo. Caráter nos negócios. Caráter nas relações mútuas. Caráter no trabalho. Caráter na prática da religião. A geração que passa falhou nisto. Necessário é que a atual passe adiante. 3. Passe adiante na pureza. "A minha fortaleza vale por dez, porque tenho um coração puro", disse Robert Louis Stevenson (1850-1894). É mais difícil ser puro hoje do que ser rico, do que ser popular , do que ser religioso. A mocidade está corrompida pela prostituição. A pureza começa nos nossos pensamentos. Como diz Blaise Pascal (1623-1662): "Trabalhemos pois para saber pensar; eis o principio da moral. Toda dignidade do homem está no pensamento". Como dizia o apóstolo Paulo: "Tudo que é puro... nisso pensai". 4. Passa adiante no fervor evangélico. O mundo moderno não é um mundo evangelizado, mas materializado.

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo:

© 2018 Família David Gomes - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido e customizado por MTV Developer - RJ/Brasil

Créditos e Gratidão