LIÇÕES APRENDIDAS COM PAULO NA EXPERIÊNCIA DE DAMASCO (Atos 9)

(Sermão proferido em 23 de Fevereiro 1975  na Igreja Batista da Esperança)


Estamos às vésperas das conferências de Bob Queen(*), e nossas mentes devem ficar firmes no que está diante de nós. 
Quando Jesus brincava nas ruas da Galileia ao tempo de menino, Paulo brincava do outro lado da fronteira nas proximidades do Líbano. Mas os dois tomaram rumos opostos, completamente opostos.
Ao tempo da morte de Estevão, Saulo estava tão convencido de que precisava exterminar o cristianismo que não apenas consentiu na sua morte por apedrejamento, mas justificou os algozes e pediu permissão para repetir a cena em Damasco, para onde muitos dos dispersos tinham seguido. O quadro é de um inimigo.

 

I - ÓDIO E PLANO TERRIVEL DE PAULO E O PLANO DE DEUS

1. Conseguiu cartas dos líderes para entrar em Damasco armado. Viagem de 240 quilômetros, a maior parte no deserto. Eram 6 dias de viagem.
2. Deus tinha também um plano. O cristianismo .precisava de Paulo para a sua plena realização: 
a) Um pensador. 
b) Um homem capaz de cumprir tarefa sem desfalecimento. 
c) Um doutrinador. 
d) Deus colocou um drama na mente de Paulo. 
Como interpretar a frase: "Duro é para ti recalcitrar contra os aguilhões" (Atos 9.5). Que aguilhão seria aquele? O remorso, as dúvidas pelo testemunho de Estevão? Paulo pensava que ao chegar a Damasco, unindo-se aos fariseus tudo passaria. Deus lhe  informa que não. Não adianta lutar contra a onda. 

 

II - QUEM TERIA CAIDO COM SAULO NAQUELA ESTRADA
1. O cavalo feroz de Saulo não caiu sozinho. Caíram seus títulos, seus diplomas, suas influências políticas, suas posses, suas credenciais.
2. Levantou-se um cego. Por que cego? Para que pudesse olhar dentro de si mesmo, examinar-se e partir para a nova luz.
3. Levantou-se um cristão autêntico. "Que queres, Senhor que eu faça"? (Atos 8.6). A dos chamados cristãos não conhece o que é ter a Cristo como Senhor, mas Paulo aprendeu isto no primeiro momento da sua experiência.

 

III - PAULO, SUA CONVERSÃO E NOSSO DESAFIO PARA HOJE

1. Temos no auditório pessoas com problemas impossíveis de evangelização.
2. O velho missionário chegava da África, onde por muitos anos dera dos seus dons e talentos. Foi-lhe feita uma recepção com perguntas: "Que passagem bíblica o inspirou mais? A conversão de Paulo.
3. Conversão do homem impossível. Endemoninhado? Se você é missionária vá lá... Mas sou mulher... O homem enjaulado em si mesmo blasfemava, corava. Segunda, terceira, quarta vez e desistência: não vou mais... Noite mal dormida... Resolveu ir: Uma senhora com criança ofereceu para ir. Com má vontade a levou... A criança se aproximou do lunático, que começou a chorar... Tive uma criança que morreu... Descri em Deus que me levou a criança. Deus amava tanto a criança que a queria para contar com ela no seu louvor... O homem se converteu.
4. Bispo com três jovens sentenciado à morte no Kênia. Faltavam poucas horas para as suas mortes. Conseguiu cinco minutos. Que dizer-lhes? Diga-lhes que seu nome é Jesus, que ele levou sobre si as nossas iniquidades e nossas dores levou sobre si. Eles aceitaram a mensagem. Para mim o céu se abriu, declarou um. Já fui dele e o deixei... Volto, volto, volto. O outro: Feliz porque o encontrei... Cinco minutos se passaram e o Bispo Festo Kivengere (1919-1968) de Kabala, Uganda, se retirou. Ouviu os tiros que os mataram, mas sentiu que suas almas tinham subido.   


 

Compartilhar
Twitar
Google+
Please reload

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo:

© 2018 Família David Gomes - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido e customizado por MTV Developer - RJ/Brasil

Créditos e Gratidão