JESUS, COSMONAUTA DO AMOR - João 3.12-16

O mundo está perplexo ante às proezas dos cosmonautas. Sucedem-se subidas. Trava-se a batalha da superioridade espacial. Tocou-se na Lua; fazem-se fotografias, estuda-se uma descida lá. Discute-se agora a imponderabilidade, isto é, a capacidade de se pôr no ar, fora da ação da gravidade. Um homem se lança no espaço e faz ginástica, voltando então à nave, lemos em jornal: “Mas que dizer da cura do câncer? Qual a solução para nossos grandes problemas?”. Esta é a voz de alguém que não vê proveito algum nessa corrida. 


I – Jesus como Cosmonauta
1.    Desceu do céu
2.    Subiu ao céu
3.    Está no céu.
Três feitos que nenhum cosmonauta da terra jamais fará. Jesus andou sobre as águas. Jesus entrou em um quarto fechado. Jesus subiu ao céu, corporalmente.


II – Jesus Cosmonauta do Amor
 O capítulo quatro de Lucas nos fala da visita de Jesus à sinagoga de sua cidade. E ali aprendemos que ele era louvado por todos, pois era conhecedor do Livro de Deus e consciente da presença e do poder do Espírito. Jesus estava consciente de sua missão e de seu ministério. Diz-nos ele as cinco fases do seu trabalho: (1) No Espírito, (2) No Para evangelizar, (3) Para curar, (4) Para pregar a liberdade e (5) Para apregoar o ano aceitável. “O Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir”.
Que faz um cosmonauta? 
1.    Eleva-se... Jesus eleva o pecador.
2.    Revela – Jesus traz ao homem o segredo de Deus.
3.    Desperta alegria – Jesus traz ao homem a alegria do Senhor.


III – Cosmonautas Com Jesus
O Filho do Homem veio buscar e salvar o que se havia perdido. Há alguns característicos necessários àqueles que desejam a companhia de Jesus: 
1.    Vestes
2.    Alimentação
3.    Confiança(fé)
4.    Domínio próprio.

 

Compartilhar
Twitar
Google+
Please reload

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo:

© 2018 Família David Gomes - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido e customizado por MTV Developer - RJ/Brasil

Créditos e Gratidão