QUANDO MEU DINHERIO AJUDA A DEUS

Quero ler hoje em Marcos capítulo 12, que descreve como o povo colocava o dinheiro no Templo. Muitos ricos davam muito dinheiro; nisso chegou uma viúva pobre que colocou na caixa duas moedinhas de pouco valor. Então Jesus chamou os discípulos e disse: Eu afirmo a vocês que esta viúva pobre deu mais do que todos, porque os outros deram do que estava sobrando, e ela, porém, deu tudo quanto tinha para viver.


Temos aqui, meus amigos, uma das grandes mensagens de toda a Bíblia Sagrada. É interessante como Deus tem interesse na nossa prosperidade material, na nossa disciplina em relação a nossa atitude para com os bens materiais, e este texto nos mostra Jesus sentado no templo, bem junto da caixa de ofertas. É muita linda esta atitude aqui descrita. Jesus, o dono do Universo, criador de todas as coisas; Jesus o maravilhoso Senhor, sentado diante da caixa das ofertas, apreciando o movimento, analisando aqueles que vinham e que colocavam ali suas oferendas. É impressionante como Jesus está interessado com os contribuintes para a Sua causa. 


Notemos, em segundo lugar, que Jesus não apenas olhava, mas ele apreciava o esforço de cada um. E houve pessoas que deram ofertas muito grandes, até que veio uma viúva que deu uma oferta pequenina, inexpressiva, mas que Jesus na sua mente matemática, na sua capacidade de analisar com rapidez, descobriu ter sido a maior oferta das ofertas...


É maravilhoso pensarmos na matemática de Jesus, e como ele pensou naquela oferta; como ele alegrou-se no esforço daquela mulher. Muitas vezes pensamos que uma pequenina oferta não ajuda, e a verdade maravilhosa é que nas grandes ofertas permitem realizações de grandes obras, mas muitas vezes as pequenas ofertas são aquelas que as complementam.


Eu quero dar um exemplo acontecido aqui na EBAR, que tenho repetido várias vezes, porque foi uma coisa tocante. Nós estávamos para pagar um título e já tínhamos feito tudo que era possível e ainda faltava cerca de Cr$ 80,00 ou Cr$ 85,00, uma mixaria, mas que já tínhamos feito tudo e resolvemos então confiar em Deus; gravar os programas da tarde, certos de que até a hora dos bancos encerrarem o expediente teríamos o numerário.Qual não foi a maravilha, quando ainda em processo de gravação, alguém bateu agitadamente à porta e fomos ver. Era a oferta de um casal de mantenedores residentes em Santos, São Paulo, ele pastor aposentado e sua senhora que estavam enviando Cr$ 65,00,referente à mensalidade.


 E com aquele dinheiro e o pouquinho que completamos do próprio bolso, completamos e liquidamos aquele título antes de terminar o expediente bancário.
 

Compartilhar
Twitar
Google+
Please reload

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo:

© 2018 Família David Gomes - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido e customizado por MTV Developer - RJ/Brasil

Créditos e Gratidão