A DOUTRINA CRISTÃ DA MORDOMIA

O Dízimo como expressão de Mordomia. Deus é dono do mundo e de tudo quanto vemos diante de nós. Deus é dono de nós mesmos, pois somos comprados pelo preço de sangue, o preço pago por Cristo na cruz do Calvário. 


Diante de Deus somos mordomos, ou seja, administradores. Tudo quanto temos ou recebemos deve ser tratado em termos de mordomia. Não temos o direito de desbaratar saúde ou energias, que pertence; na realidade, a Deus.


I – A doutrina do dízimo na lei
1.    O costume de dar a décima parte do produto da terra e dos despojos de guerra a reis e sacerdotes era um costume antigo entre as nações (1Macabeus 10.31 e 11.35).
2.    No próprio jardim do Éden avia uma parte que estava vedada ao homem, não podia ser tocada.
3.    Caim e Abel viveram em 3.765 a.C. Foram eles dizimistas? A Septuaginta traduz Gênesis 4.6-7 com as palavras: “Se tivesses oferecido retamente e retamente dividido terias tu pecado”? Esta tradução tem levado alguns a crerem que Caim tivesse recebido instruções de Deus quanto à contribuição. Tertuliano chegou a afirmar em 2000 d.C.; que a falta de Caim teve raízes na desonestidade de contribuir (Unified Budget System, pag.38-B.C.). 
4.    Em 1913 a.C Abraão pagou os dízimos a Melquisedeque. Este era sacerdote do Deus Altíssimo. Conhecia a respeito do dízimo, pois o recebeu. Abraão pagou o dízimo como prova de gratidão.
5.    O dízimo de Jacó (1760 anos antes de Cristo) Gênesis 28.20-22
6.    Notemos que, antes de pagarem o dízimo, Abrão e Jacó reconheceram o poder e a sabedoria de Deus. Só pagamos o aluguel ao senhorio se reconhecermos que merece o pagamento como dono da casa.
7.    Naquele tempo não havia lei de dízimos, como não havia lei para não matar como preceito da lei.


II – A doutrina do dízimo na lei de Deus
A lei foi promulgada em 1490; cerca de 423 anos depois da experiência de Abraão.
1.    Dízimo das primícias – Levítico 27.30-34. Sementes da terra, frutos das arvores pertencem a Deus (Jeremias 33.13). Contava os animais e, automaticamente, separavam o de número dez, fosse bonito ou feio...
2.    Dízimos pagos aos levitas – (Números 18.20-21)
3.    Dizimo trazido no lugar determinado por Deus (Deuteronômio 12.6).
4.    O dízimo não era voluntário, era lei. Havia as ofertas voluntárias, não o dízimo.
5.    Deus exigia também as primícias.
6.    O dízimo não podia ser remido, somente os dízimos de grãos podiam ser remidos com o acréscimo de um quinto (1/5) de seu valor. Jeová pedia o que houvesse de melhor em primeiro lugar e não o restolho.


III – Dízimos e Bênçãos
1.    Fred Freeman, Colorado. Paralítico, ao receber o primeiro cheque de 40 dólares, tirou o dízimo. Como vais viver, gritaram os companheiros? Posso viver melhor com 36 dólares e a bênção de Deus do que com 40, sem a bênção de Deus.
2.    Gênesis 15. Logo após Abraão pagar o dízimo, Deus confirmou a promessa que lhe fizera.
3.    Jacó era pobre e estava em dificuldade quando formulou o voto. E as bênçãos se seguiram.
4.    Le Tourneau, quando em dificuldades tremendas tomou o voto, e Deus o abençoou.
5.    Malaquias fala das bênçãos que não se podem contar... Dr. Pereira, dentista, tinha uma quantia fixa de contribuição e muitos problemas. Lendo Malaquias, resolveu tirar o dízimo do montante do recebimento. Hoje não tem problemas financeiros...
6.    Certo encarregado de uma empresa de petróleo era dizimista, mas a empresa foi à falência. Um pastor então o avistou, arguindo: “E, então, não dizimista”? Bem, pastor, o único tesouro que tenho hoje se constitui naquilo que entreguei a Deus...  sou feliz pelo que pude fazer...


IV – Propósitos do dízimo
1.    “Para aprenderes a temer a Jeová” – Deuteronômio 14.23b
2.    “Para que o levita que não tem herança, viva” (Deuteronômio 14.27-28)
3.    Para o peregrino (Missões) – Deuteronômio 14.28
4.    Para os órfãos e viúvas (Beneficência)
5.    Comereis com alegria... Alegria é nota vibrante do plano de Deus (Deuteronômio 14.29b)
Três causas na promulgação do Evangelho: A Bíblia, o Cantor e a carteira... Traga os três quando vieres ao culto.

 

Compartilhar
Twitar
Google+
Please reload

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo:

© 2018 Família David Gomes - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido e customizado por MTV Developer - RJ/Brasil

Créditos e Gratidão