SEIS DEGRAUS QUE LEVAM AO TRONO (João 15.1-11)

26.08.1969


Temos escola dos mais variados tipos. Cada dia surgem novos métodos. Aí está, por exemplo, a onda de propaganda da leitura dinâmica. Aí estão anunciados os cursos de línguas pelo sistema do subconsciente. Falta, entretanto, escola que ensinem os homens a orar. Esta falta de aprendizado da arte de orar; tem feito com que muitas das igrejas tenham mais pessoas excluídas do seu rol, do que dentro da comunhão da igreja. É nosso desejo ajudar alguém na arte de orar.


Vemos nesta mensagem os seis degraus do trono de Salomão, em contraste ao trono de Deus nos céus, onde Jesus vive sempre para interceder pelos crentes. Mas, quantas vezes o trono fica à disposição dos fiéis, sem que possamos aproveitar o que o Senhor tem reservado àqueles que o temem!


I – DEGRAUS DA ORAÇÃO CONFESSIONAL QUE TRAZ O HOMEM AO ENCONTO DE DEUS
Perdidos, vagando no mundo, abrem os olhos à realidade da presença de Deus e se apropriarem da sua salvação mediante confissão sincera e fé sincera. Aqui está o alicerce, o primeiro degrau.

 

II – A ORAÇÃO DE FÉ PERSISTENTE
1 – Problemas diários estão relacionados à oração; porque liga nossas almas Àquele que se torna nosso Pai e nosso melhor Amigo.
2 – Notemos em nosso texto que Jesus usa de linguagem antiga para um ensino moderno. Em Isaias 5.1-7, aprendemos que Israel era a vinha de Deus. Em Jeremias 2.21 o mesmo ensino é ministrado. Oséias 10 nos diz que Israel era a vinha vazia. 
3 – Em nosso texto, Jesus se apresenta como a Vinha e há uma evolução de pensamento. Ele é a Vinha. Durante o tempo passado, a vinha fracassara na sua finalidade. Agora, Ele como a Vinha, não falhará jamais.
4 – Notemos ainda que brevemente, a disciplina da poda – João 15.2. Muitas vezes a poda é pelo sofrimento, pela provação, mas a finalidade é sempre para que dê mais fruto. Há um interesse de Deus em que os frutos aumentem. 

 

III – JESUS TEM PRAZER EM UMA RELAÇÃO ÍNTIMA
1 – Verso 4. Estai em mim. A única maneira de produzirmos frutos será estarmos na fonte do fruto.
2 – Nós somos a vara, Ele a videira. 
Notícia perdida em um canto de jornal: Departamento de podas resolve deixar os galhos superiores para não matar as árvores.
Grande honra Jesus dá ao homem de ajudar no fortalecimento da videira. Mas, igualmente, quanta energia em Jesus, quando afirma: Se alguém não permanecer em mim...verso 6.
3 – Notemos o empenho de Jesus em que permaneçamos nele, v. 4.  Estai em mim, v.7. Se estiverdes, pedireis tudo, v. 10, outra ideia de permanência em Jesus. 
Em Lucas 18– Prazer de Jesus em que oremos sempre, sem nunca desfalecermos.


IV – COMO ESCORREGAR DO DEGRAU
1. Sansão é um exemplo. Escolhido para uma missão gloriosa; escorregou e sofreu. Cremos que foi salvo, pois aparece entre os heróis da fé, mas cego e sofredor, com a vida cortada pelo meio. Quais os erros de Sansão? Primeiro: aliança com incrédulos. Segundo, descuido na moral. Terceiro, falou demais até o ponto de trair o segredo que o Senhor lhe havia confiado.
2 – Espírito odioso é o que vemos. João Wesley foi dos mais perseguidos do seu tempo. Até sua esposa era sua inimiga. Acusações abundavam contra a sua pessoa. Carlos esperava uma grande vingança do irmão, mas este nada fez. Eu deixo os resultados e submeto à justiça de Deus. E... surgiu o Metodismo. 
3. Tratamento do que é sagrado de forma irreverente. Não podia haver oração onde não havia reverência. O riso, as piadas, pode prejudicar o adorador do domingo.
Permaneçamos no amor de Jesus.

 

Compartilhar
Twitar
Google+
Please reload

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo:

© 2018 Família David Gomes - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido e customizado por MTV Developer - RJ/Brasil

Créditos e Gratidão