CAPÍTULO I

Morava em Itaúna, cidade de Minas Gerais, humilde família composta de 12 membros, sendo seus chefes o Sr. José Martiniano Gomes e D. Franquelina Gomes. Sr. Gomes era empregado da Estrada de Ferro Oeste de Minas.

Ali tiveram momentos de tristezas e dificuldades, mas também de grandes alegrias.

Havia na cidade pequena igreja batista, mas cheia do Espírito Santo. Dela faziam parte o Sr. Gomes e D. Franquelina, fazendo-se presentes todos da família.

Fortalecida pela fé inabalável, D. Franquelina diariamente via a família unida para o culto doméstico, quando o chefe lia e ensinava os salmos aos filhos. A vida do Mestre fazia parte também do ensino do lar.

Corria o ano de 1919, quando o Sr. Gomes teve de ausentar-se da cidade, para atender a uma ordem de serviço. Sua esposa, sempre invencível na fé, suplicou de Deus uma bênção especial para o esposo que partia e os demais que ficavam.

Isa, a querida Isa, se prontificou a acompanhá-lo para que o adorável pai não sentisse a triste solidão. Mas Isa era pequena ainda e não devia acompanhar seu papai. Ele iria só, confiando em Deus. Acompanhado pelas orações, partiu o Sr. Gomes para a jornada.

Em casa, D. Franquelina o encomendava a Deus diariamente, bem assim a sua família e cada membro em particular.

Nesse ambiente de fé, verdadeiramente cristão, foi que se desenrolou o quadro triste, mas que depois se transformaria em gozo e alegria.

Waldemira Gomes de Sá Ano 1965. Não mencionada a editora. Publicação independente.

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo:

© 2018 Família David Gomes - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido e customizado por MTV Developer - RJ/Brasil

Créditos e Gratidão