UM HOMEM DE FÉ

Pastor David Gomes


Um Homem de Fé

 

 

Ele é um homem de fé, oração e realizações. Com sua vida e seu ministério vem escrevendo algumas das mais belas páginas da história dos batistas brasileiros.


Na coluna Galeria do Homem Batista Carioca, nossa homenagem a um dos líderes evangélicos mais importantes e destacados do século XX.

 

“... é um dos maiores conquistadores de almas e um dos ministros mais dedicados que já conheci. A história de sua vida emociona, desafia, agita e inspira todos que o conhecem. Seu ministério tem sido uma bênção para, literalmente, milhões de pessoas...”  Billy Graham

 

DAVID GOMES, UM HOMEM DE FÉ

 

Pastor há 52 anos, fundador da Escola Bíblica do Ar e da Igreja Batista da Esperança, idealizador e responsável pela construção do Edifício da Fé, David Gomes, aos 77 anos, percorreu todo o Brasil pregando o Evangelho e fez conferências e sermões em quase 60 países.


Já foi Secretário Executivo da Junta de Missões Nacionais, Presidente da Sociedade Bíblica do Brasil, membro da Aliança Batista Mundial e Presidente da Academia Evangélica de Letras. É jornalista e professor, fala três idiomas e já escreveu e traduziu mais de 20 livros.

 

 Seus programas evangélicos são veiculados por emissoras de rádio e televisão em todo o Brasil e, juntamente com seus cursos bíblicos por correspondência, chegam aos presídios onde possibilitam a conversão e regeneração dos mais perigosos traficantes e assassinos.

 

 Impossível definir quantas vezes já leu toda a Bíblia, mas somente nos últimos dois anos; leu quatro vezes em versões em línguas diferentes.
 Acima deste perfil, no entanto, estão as virtudes e o talento de um homem consagrado e cheio de fé, cuja dependência extraordinária de Deus faz com que tenha uma vida repleta de vitórias e suas obras repletas de milagres.

 

GANHAR O BRASIL PARA CRISTO

 

Foi o lema adotado por David Gomes ao ser eleito, em 12 de junho de 1954, aos 33 anos, Secretário Executivo da Junta de Missões Nacionais da Convenção Batista Carioca. Em seu pastorado na Igreja Batista da Tijuca de 1946 a 1954, já havia demonstrado grande fervor evangelístico e agora, a frente de Missões Nacionais, queria falar do amor de Deus e da salvação através de Jesus Cristo ao maior número de brasileiros.

 

As viagens se sucederam e ele cruzou o Brasil de norte a sul e de leste a oeste, visitando todos os Estados e Territórios e todas as capitais e um número elevado de cidades, avançou pelo interior e rasgou o sertão, percorrendo vilas e povoados.

 

Aproveitava todos os momentos e conversas para evangelizar. Por onde passava ia deixando a palavra de salvação e, tempos depois, era informado da abertura de pontos de pregação e organização de igrejas naqueles lugares. Descrevia suas viagens, experiências e resultados na coluna “A Marcha de Missões Nacionais”, que passou a escrever em “O Jornal Batista”.

 

David Gomes não apenas continuou a obra iniciada pelo antecessor e pioneiro Lewis M. Bratcher, desde que a Junta foi organizada em 1907. Ele foi além da expansão dos trabalhos missionário. Durante os 14 anos de sua gestão; foi o responsável pela organização de mais de 60 escolas primárias e dezenas de dispensários médicos no sertão brasileiro, além da construção do Colégio Batista de Tocantínia e da organização do Orfanato Batista de Barreiras. Novos trabalhos foram criados junto às tribos indígenas. O número de missionários passou de 100 para 330.

 

O DESAFIO DE UMA ESCOLA NO AR

 

Tudo começou num sábado, dia 5 de maio de 1949. O pastor David Gomes, da Igreja Batista da Tijuca, tinha uma participação de cinco minutos com comentários sobre as lições da Escola Bíblica Dominical, em programação no Serviço Noticioso do Atlas, numa rádio do Rio. Seu grande desejo, no entanto, era ter seu próprio programa. A igreja que pastoreava decidiu contribuir e surgiu, então, a Escola Bíblica do Ar.

 

Os programas se sucediam com estudos da Bíblia e, a seguir, com curso por correspondência. Não havia patrocinador. David dizia que Deus era o patrocinador de todos os seus programas. Deus sensibilizava os corações e o sustento vinha de sua igreja, de uma igreja batista do Texas, nos Estados Unidos e colaborações espontâneas de ouvintes. A Escola Bíblica do Ar, com roteiros e gravações feitos pelo próprio David, continuou crescendo no tempo de duração, na audiência e no número de emissoras que o irradiavam. Era mais uma vitória no talento de David Gomes e de sua confiança em Deus ele dizia aos ouvintes: “A fé é uma semente. Assim como uma semente germina e cresce, assim cresce a Escola Bíblica do Ar”. E num ritmo de grande crescimento, os programas já alcançavam todo o Brasil e milhares de conversões iam acontecendo.

 

Certa ocasião, estando na Bahia a serviço da Junta de Missões Nacionais, ouvia seu próprio programa de rádio, quando lhe veio à mente um novo desafio, uma sede para a Escola Bíblica do Ar. Retornando ao Rio, lançou um plano que elaborara denominado A Operação “S”: 1.000 pessoas contribuindo com 5.000 cruzeiros cada e 5.000 pessoas contribuindo com 1.000 cruzeiros. O dinheiro arrecadado deu para comprar apenas um pequeno apartamento transformado em escritório. A Escola Bíblica do Ar já tinha a sua sede. Ali, pequeno grupo se reunia, periodicamente, para orações.


Reportagem de um jornal carioca há algum tempo, destacou o alcance evangelístico e regenerador dos programas da Escola Bíblica do Ar, entre os detentos das diversas unidades do DESIPE. Os mais temidos traficantes e lideres do Comando Vermelho, cumprindo pena nos presídios Bangu I e Lemos de Brito, ouviam os programas do pastor David Gomes e faziam os cursos por correspondência Caminhos da Paz e A vida de Jesus.

 

O MAIOR DIVULGADOR DA BÍBLIA

 

Foi este o título concedido a David Gomes pela Sociedade Bíblica do Brasil, em 1971, pela difusão do Evangelho com os ensinamentos bíblicos através do rádio, além da distribuição de Bíblias e de trechos da Sagrada Escritura.

 

Mas a Sociedade Bíblica reservaria outra surpresa a David, no ano seguinte. Ele estava na Jamaica para participar de uma reunião da Comissão Executiva da Aliança Batista Mundial, quando, sem consulta prévia, foi eleito presidente da SBB, cargo que jamais pensava exercer. Homem de múltiplas atividades; aceitou mais uma tarefa, lembrando-se da promessa feita na juventude de não recusar incumbência alguma, desde que provinda de Deus.

 

Sua gestão à frente da SBB foi das mais profícuas, apesar da crise financeira que a entidade enfrentou, tendo que hipotecar o Edifício da Bíblia e transferir sede para Brasília. Em 1976, quando deixou a presidência a SBB imprimiu 291.736 Bíblias, 103.211 exemplares do Novo Testamento e 18.949.271 seleções das Sagradas Escrituras, em muito excedendo as edições anteriores.

 

David Gomes já tinha uma longa e brilhante folha de serviços prestados à Sociedade Bíblica do Brasil. Em 1949 foi eleito Presidente da Comissão Regional, no Rio e Estado do Rio de Janeiro. Nos anos seguintes foi eleito e reeleito membro da diretoria e Comissão Executiva. Em 1976, a SBB promoveu reforma no estatuto para elegê-lo Presidente de Honra, cargo vitalício. Em 1979 foi eleito membro do Conselho Consultivo.

Fonte: TRIBUNA DO HOMEM BATISTA CARIOCA – União Masculina Missionária da Convenção Batista Carioca.

Setembro/97; Galeria Do Homem Batista Carioca - Pastor David Gomes: Um Homem de Fé
 

Compartilhar
Twitar
Google+
Please reload

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo:

© 2018 Família David Gomes - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido e customizado por MTV Developer - RJ/Brasil

Créditos e Gratidão