ÉFESO: PARA ARREPENDIDOS: O PARAÍSO DE DEUS (Apocalipse 2.7)

Ainda hoje, vamos nos deter em torno da Igreja de Éfeso, considerada em duas ocasiões anteriores. A bela cidade que teve a bênção de uma igreja marcada de amor foi visitada pelo Senhor Jesus. E Jesus andando entre os membros da Igreja de Éfeso, descobriu coisas maravilhosas dos feitos da igreja e alguns erros graves, como seu declínio no culto de amor a Jesus.

Na sua exortação aos fiéis de Éfeso, Jesus clama por arrependimento e dá promessas àqueles que se dispusessem a atender o seu apelo. Fixemos os pontos das promessas do Senhor.


I – OUVIDOS QUE SE DISPONHAM A OUVIR


A função do ouvido é ouvir. Em Mateus 11.15, quando ainda nos dias da sua carne, Jesus exortou seus amigos que cuidassem bem daquilo que ouviam. Estamos conscientes neste texto e nas demais exortações da caminhada entre as igrejas, que era tempo de ouvir. Estamos vivendo em tempos quando o barulho é grande demais e podemos perder o sentido do real por ouvirmos do irreal e condenável.


II – A ÁRVORE DO PARAISO DE DEUS


1. A Bíblia nos fala de dois Paraísos: O Paraíso do Éden de Adão e Eva. A leitura de Gênesis 2 nos faz admitir algo do que foi a morada dos nossos primeiros pais. Seria altamente instrutivo compararmos os relatos correspondentes ao Paraíso primeiro e o Paraíso de Deus. É claro pela Escritura que a serpente estava no Jardim do Éden, ensaiando para destruir a felicidade de Adão e Eva (Ezequiel 28.13). O Paraíso de Deus tem suas marcas descritas no Apocalipse e fascina pela beleza e grandiosidade de tudo que o marca e compõe. Ali está Jesus. Ali está a felicidade.


2. Paraíso é palavra Persa, paradeisos, no grego. A idéia de jardim está presente no vocábulo. Xenofontes, soldado grego, 403 a.C. - 354 a.C (Wikipédia - 09.03.21) falava dos jardins públicos. No conjunto dos pensamentos das nações se pode descobrir algo relacionado ao Paraíso. Existe na alma humana um desejo de um lugar que seja um Paraíso. A palavra Paraíso aparece 47 vezes no Velho Testamento . No Novo Testamento a palavra aparece apenas 3 vezes: O ladrão que se converteu se lembrou do Paraíso; Jesus em andando no meio da igreja de Éfeso, e em 2Coríntios 12, Paulo conta de sua visita ao Paraíso onde ouviu coisas maravilhosas. Paulo identifica o Paraíso como sendo terceiro céu.


III – JESUS PROMETE AOS FIÉIS ARREPENDIDOS DE ÉFESO O PARAISO E A ÁRVORE DA VIDA


1. A Árvore da Vida aparecem no Gênesis. Adão e Eva depois do pecado foram expulsos para que não viessem a comer do fruto da Árvore da Vida; porque jamais poderiam ser salvos. A misericórdia de Deus o expulsou.

2. O Paraíso que o ladrão pediu era o lugar onde Jesus havia de estar.

3. O lugar onde Paulo esteve e ouviu coisas excelentes transcende o pensamento humano (2 Coríntios 12).

4. O Paraíso neste texto de Apocalipse. Os que vencerem os dramas inclusive a heresia dos nicolaítas receberão o Paraíso. Eles serão restaurados do que Adão perdeu (Apocalipse 22.1-2, 14).

Se desejar, deixe o seu comentário abaixo: